2

Guia Prático de Nova York

Renata Campos | 19.8.12 |

Antes de começar uma série de posts com dicas sobre Nova York, resolvi fazer esse post inicial com as informações básicas sobre a cidade e tudo o que os marinheiros de 1ª viagem precisam saber antes de embarcar rumo à "Capital do Mundo"!! 


INFORMAÇÕES BÁSICAS

Localização: Muita gente não sabe, mas a cidade de Nova York (NYC - New York City) está localizada no Estado de mesmo nome, assim como ocorre por aqui com Rio e São Paulo. Mas a diferença é que a capital do Estado de Nova York é Albany e não a cidade de Nova York, como possa parecer.

O Estado de Nova York está localizado na costa leste dos Estados Unidos. Faz divisa com os estados de Vermont, Massachussets e Connecticut a leste e Nova Jersey e Pensilvânia ao sul. O Oceano Atlântico está a sudeste e o Canadá a norte.




A cidade de Nova York é composta por 5 boroughs, que seriam distritos ou divisões administrativas: Brooklyn e Queens que fazem parte da ilha de Long Island; Bronx que é a única parte da cidade ligada ao continente e as ilhas de Staten Island e Manhattan, claro, o menor, mais povoado e famoso distrito nova-iorquino! Cada um desses distritos é dividido ainda em outros bairros menores, como no exemplo do mapa de Manhattan abaixo.

Mapa da cidade de Nova York

Mapa de Manhattan

Orientação: No início pode parecer complicado, mas depois de entendida a logística, é bem fácil se orientar em Nova York. De uma maneira geral, as avenidas cortam a cidade no sentido norte-sul e as ruas, no sentido leste-oeste. Os quarteirões são retangulares, sendo que a distância entre uma avenida e outra é muito maior do que entre as ruas.

Manhattan é dividida em três grandes regiões:
Downtown, que inclui bairros abaixo da rua 14; Midtown que é a área que fica entre as ruas 14 e 59; e Uptown, acima da rua 59.

A famosa 5th Avenue (Quinta Avenida) o eixo central que divide a cidade ao meio. Os endereços que estão a leste da 5ª avenida têm a letra E (East) acrescida ao endereço e os números vão aumentando em direção ao East River. Já os endereços a oeste têm um W (West) antes do nome da rua e crescem em direção ao Hudson River.

Dessa forma, a rua W 34th Street está a oeste da 5th Avenue, ficando à esquerda no mapa, e a E 34th Street fica a leste, ou seja, à direita.

A maioria das ruas é denominada por números ordinais, como 2nd street, 14th street, etc. A numeração começa no sul da ilha (Downtown) e vai aumentando em direção ao norte (Uptown). Ou seja, quanto mais baixo o número, mais ao sul fica o endereço. Lembre-se disso, você irá precisar para usar o metrô.

As avenidas também são, quase sempre, denominadas por números. Assim fica mais fácil localizar um endereço: 7th Avenue entre a 28th e 29th streets, por exemplo.
Mas essa organização não vale para alguns bairros como Soho, Chinatown e outros, onde suas ruas têm nomes ao invés de números já que foram ocupados antes do planejamento urbano de Nova York.

Área: 783,83 km2

População: 8.175.133 (censo 2010)

Fuso Horário: Oficialmente, Nova York está 2 horas atrás do horário oficial de Brasília. Mas no verão nova-iorquino, essa diferença cai pra apenas 1 hora devido ao horário de verão deles. Já no inverno, a diferença aumenta para 3 horas a menos devido ao nosso horário de verão.

Moeda: Dólar americano U$

Cotação: Eu viajei justamente na alta do dólar!! :-/
Paguei em torno de R$2,16 no dólar turismo, em julho de 2012.

Câmbio: Você pode trocar real pela moeda americana antecipadamente no Brasil, ou em Nova York mesmo, vi algumas casas de câmbio, na 7ª avenida, que aceitavam real.
Uma opção é sacar dinheiro (em dólar) em qualquer caixa eletrônico. Para isso, basta habilitar o uso internacional do seu cartão de débito. Mas vale a pena ficar atento às taxas, que variam entre bancos e geralmente são cobradas por transação efetuada. Assim, é melhor fazer a retirada de uma quantia maior de dinheiro a cada vez.

Outra opção são os cartões tipo VTM (Visa Travel Money) que são vendidos em bancos, corretoras e casas de câmbio. A vantagem é que você carrega o cartão com o valor que quiser (mínimo de U$100) antes de viajar e pode recarregá-lo durante a viagem, se for necessário. Ele é aceito em todos os lugares que aceitam a bandeira do cartão e também é possível sacar dinheiro em espécie, nos caixas eletrônicos.

E sempre existe a possibilidade de usar o cartão de crédito, não é mesmo? Só não esqueça de desbloqueá-lo no banco, antes de viajar. Mas se as taxas de IOF (6,38% do valor da compra) te fazem pensar 2 vezes antes de usar o cartão, o fato de acumular milhas para trocar passagens áreas é um fator que pode compensar. Portanto, invista num cartão que te dê um bom retorno em termos de milhas, se cadastre nos programas de milhagem e esqueça o IOF!

Enfim, alternativas não faltam. Você pode escolher a que for mais vantajosa pra você ou usar todas, como eu fiz na viagem! rs. O Ricardo Freire fez um post bem legal, no Viaje na Viagem, que pode te ajudar a escolher a melhor opção pra você. 

Documentos necessários para a viagem: Passaporte com visto válido. O visto é (ou era)  o grande bicho papão para os brasileiros que pensam em visitar o país. Mas, hoje em dia, a coisa está mais tranquila e está bem mais tranquilo conseguir o visto.

De toda forma, a burocracia ainda é grande. Mas, particularmente, achei todo o processo bem tranquilo. A Cláudia, do blog Aprendiz de Viajante, explica todos os passos para tirar o visto, de acordo com as novas regras que passaram a vigorar esse ano. Confira aqui.

Além disso, também será necessário apresentar a passagem aérea de volta para entrar nos Estados Unidos.

Aeroportos: Nova York possui 3 aeroportos:
Aeroporto Internacional JohnF. Kennedy (JFK), localizado no Queens, é o principal aeroporto da região de Nova York e opera vôos internacionais e domésticos.
Aeroporto Internacional deNewark (EWR), entre Elizabeth e Newark (em Nova Jersey), opera tanto vôos internacionais como domésticos.
Aeroporto deLaGuardia (LGA), também localizado em Queens, mas próximo a Manhattan do que o JFK, apesar de ter menos opções de transporte público para acesso.  Opera principalmente vôos domésticos e vôos vindos do Canadá.

Mapa dos aeroportos de Nova York

Transporte: O sistema de transporte público de Nova York é controlado pelo MTA - Metropolitan Transit Authority. Para usar o ônibus ou o metrô você deve comprar um MetroCard - um cartão que é um passe eletrônico - nas próprias estações de metrô, com dinheiro ou cartão de crédito e débito. Existem dois tipos de MetroCard:  o pay-per-ride que você escolhe o valor: preço unitário U$ 4, U$ 10, U$ 20, U$ 40 ou U$ 80 dólares. Quanto maior o valor, maior o desconto você terá no preço do passe único. Esse cartão pode ser usado por até 4 pessoas numa mesma viagem. Outra opção é o cartão ilimitado (unlimited-ride), que pode ser usado quantas vezes forem necessárias (mas apenas por uma pessoa) durante 7 (U$29) ou 30 dias (U$104).

Para entender melhor como funcionam os ônibus e o metrô de Nova York, bem como para baixar os mapas e conferir os horários, dê uma olhada aqui

Clima: Nova York possui as quatro estações bem definidas, assim como aprendemos na escola, mas bem longe do que nós conhecemos no aqui Brasil. A paisagem dos lugares muda a cada estação e a cidade se transforma.

Primavera e Outono têm temperaturas mais amenas, mas no inverno o frio é congelante e no verão, o calor escaldante. Mas se for viajar no verão não se deixe enganar pelo calor nova iorquino. O ar condicionado da maioria dos lugares é congelante!! Eu morria de frio no metrô e em alguns restaurantes. Portanto, não custa levar, pelo menos, um casaquinho.

Confira aqui a média anual de temperaturas e escolha a melhor época para visitar a cidade.

 Fonte: Weather and climate

Agora é só arrumar as malas e se jogar em NYC!!

Saiba mais sobre Nova York. Leia também:



--

--
Tá indo viajar? 

➥ Reserve sua hospedagem pelo Booking, o maior portal de hospedagem do Brasil. Garanta já o melhor preço e vários descontos. É rápido, fácil e seguro!




➥ Não se esqueça de fazer seu seguro viagem. A Real Seguros trabalha com as melhores seguradoras do país. Compare e escolha a melhor opção pra você. Viaje sem correr riscos!

Seguro viagem america do norte 728x90
➥ E se for alugar um carro, use o serviço da nossa parceira Rental Cars que compara preços e carros de várias locadoras no mundo todo!




✔ Você não paga nada a mais por nada disso, pelo contrário, economiza conseguindo os melhores preços e descontos! E ainda ajuda esse blog a se manter!! ✌

2 comentários :

  1. Bom dia Renata. Tudo bem?

    Meu nome é Monica Ferreira e sou de São Paulo Capital.

    Primeiramente gostaria de lhe parabenizar pelos textos, são muito bons e explica direitinho as coisas para quem não conhece New York, mas tem o desejo de conhecer (como é o meu caso).
    Estava eu no serviço procurando informações sobre o visto Americano, informações sobre algumas atrações turísticas de NY e encontrei este espaço. Confesso que lí todos os posts e praticamente não trabalhei mais o restante do dia.
    Gostaria de saber se você poderia me tirar uma dúvida.
    Você disse que foi para ficar hospedada na casa de uma amiga sua né? Quando você foi tentar o visto você disse isso para eles? Porque eu tenho um amigo lá também, e pretendia viajar pra ficar na casa dele, mas me falaram que se eu disser lá na entrevista que tenho um conhecido lá é quase certeza que o visto será recusado.
    Pode me auxiliar nisso? Escutei falar que existe uma tal de carta convite, você conhece?Utilizou?

    Aguardo respostas se você puder, e agradeço.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Monica, tudo bem?
      Obrigada! Fico muito feliz por ter ajudado! :)
      Quando fui tirar o visto também me falaram que era melhor não falar que tinha alguém conhecido lá e tal. Até fiquei meio na dúvida no começo, mas acabei dizendo que ficaria na casa da minha amiga sim. Inclusive, coloquei o endereço dela no formulário do visto. Na 1a vez que fui, me perguntaram na imigração porque em Kearny (cidade minúscula de New Jersey, onde minha amiga mora) já que foi o endereço que dei. Falei que tinha uma amiga morando lá, eles perguntaram se ela era brasileira, quanto tempo morava lá e se estava legal lá. E foi só! Na 2a vez não perguntaram nada a esse respeito.
      Também não usei a carta convite não.
      Bom, espero que dê tudo certo pra você!

      Excluir

Comente aqui