RêVivendo Viagens

RêVivendo Viagens

Tailândia - Roteiro de Viagem

Renata Campos | 14.3.19 | | | | | | | | | | | Seja o 1º a comentar!!

roteiro de viagem tailândia


Ahhh Tailândia! Como não se apaixonar por esse país incrível, de uma cultura riquíssima e interessantíssima, com um povo super simpático e sorridente e praias paradisíacas? Essa é praticamente uma tarefa impossível! 

Uma coisa é fato: você vai amar a Tailândia e já vai fazer planos de voltar, antes mesmo de ir embora! Essa foi, inclusive, a primeira coisa que falei no post 15 coisas que você precisa saber ANTES de ir pra Tailândia. Se você estiver indo pra Tailândia, aproveita e já dá uma lida lá também. Tem muita dica útil pra você programar sua viagem e não cair em furadas!
Continue lendo ►

RêVivendo Fotografias: Catedral do Sangue Derramado. São Petersburgo.

Renata Campos | 11.3.19 | | | | | | | Seja o 1º a comentar!!
Quando a gente pensa na Rússia vem logo à cabeça suas igrejas ortodoxas coloridas e maravilhosas, não é mesmo? Elas são, com certeza, uns dos principais atrativos turísticos da Rússia! E não deveriam ficar de fora de nenhum roteiro pelo país.

De todas que conheci, duas merecem destaque: a Catedral de São Basílio em Moscou, da qual já falei nesse post: Catedral de São Basílio, Moscou. e a Catedral do Sangue Derramado, em São Petersburgo, da qual eu falarei hoje.


O nome original do local é Igreja da Ressurreição do Cristo Salvador, mas ela é conhecida pelo nome de Igreja do Sangue Derramado pois foi construída como forma de homenagem ao Czar Alexandre II, que sofreu um atento e foi assassinado no local em 1881. 

A construção da igreja teve início 2 anos após o atentado, a mando de Alexandre III, como uma forma de lembrança ao assassinato do seu pai. Mas a obra só ficou pronta anos depois, em 1907, já no reinado de Nicolau II.

A igreja nunca funcionou como igreja mesmo, com missas e celebrações. Sempre foi um local de homenagem a Alexandre II e passou anos desativada durante a Revolução Russa. Ela chegou a servir até mesmo como depósito de batatas.

Como se não bastasse, durante a Segunda Guerra Mundial, São Petersburgo foi duramente bombardeada. Mas a igreja não apenas permaneceu firme e forte, como uma das bombas permaneceu intacta em sua cúpula sendo descoberta quase 20 anos depois! Isso aconteceu na década de 1970. A igreja então passou por anos de reparo, até ser inaugurada, em 1995, como museu estatal, onde é possível conhecer um pouco mais da história de Alexandre II assim como da própria igreja.  


Se por fora, a igreja é bonita como vocês podem ver na foto (apesar da cúpula estar em reparo quando eu estive lá em junho de 2018), por dentro então... nem tenho palavras pra descrever a maravilha do lugar. É de deixar qualquer um de queixo caído. As imagens são gigantescas, super coloridas e todas feitas em mosaico. Incrível! Eu fiquei séculos lá dentro boquiaberta, olhando cada detalhe, totalmente emocionada com tamanha beleza!

Ficaram curiosos pra ver o interior da igreja? Então dá só uma olhada nessas fotos que postei no Instagram pra vocês terem uma pequena noção do que eu estou falando. Eu também salvei os stories de com vídeos de lá, assim como de outros lugares lindos da cidade É só entrar no meu perfil do Instagram e procurar pelo destaque (aquelas "bolinhas" de destinos) de São Petersburgo. Ou clicar direto nesse link aqui pra assistir.

Já segue o blog no Instagram? Vai lá então: @revivendoviagens
Tá cheio de fotos lindas de Moscou lá! É só procurar pela hashtag #RêVivendoMoscou

A igreja abre todos os dias (exceto quarta, que é fechada) de 10:30 às 18:00. Mas, de final de abril até final de setembro, funciona também num horário extra de 18:30 às 22:30. O preço do ingresso no horário normal é 250 rublos ±15 reais. E no horário extra 400 rublos (±23 reais). 

Minha dica de ouro: vá no horário extra!!! É infinitamente mais vazio e você vai poder conhecer o lugar com calma e sem a super lotação de turistas durante o dia, além de não pegar fila nenhuma pra comprar. Segue minha dica que eu tenho certeza absoluta que vocês vão amar! 

Caso queira se aprofundar na história do lugar, existe também a possibilidade de fazer um tour guiado (em inglês) ou de alugar um áudio guia (em inglês, espanhol e outras línguas, mas não português). Ambos podem ser contratados lá na hora. 

Catedral do São Derramado, em São Petersburgo. Rússia
A belíssima Catedral do São Derramado, em São Petersburgo. Rússia


Continue lendo ►

As praias de Boipeba

Renata Campos | 28.2.19 | | | | | | | 2 Comentários
praias da ilha de boipeba bahia

Ilha de Boipeba, na Bahia, está cercada de belas praias por todos os lados! Praias paradisíacas que NÃO ficam lotadas nem mesmo em alta temporada! Parece um sonho? Pois é, assim é Boipeba! Uma ilha rústica, simples, não muito fácil de chegar (o que acaba preservando a ilha como tal) e com paisagens belíssimas!
Continue lendo ►

RêVivendo Fotografias: Pôr do Sol na Toca do Morcego

Renata Campos | 11.2.19 | | | | | | Seja o 1º a comentar!!
Morro de São Paulo, na Bahia, é um lugar incrível! Acabei de voltar da minha 4ª vez na ilha e, garanto, não será a última! Cada viagem que eu fiz, foi uma experiência diferente! Embora o cenário seja basicamente o mesmo.

A ilha é pequena, e como não existe uma variedade muito grande de atrativos, a gente acaba repetindo as mesmas coisas praticamente todas as vezes. O que não quer dizer que isso seja algo ruim. Pelo contrário!

Mas existe um lugar que eu faço questão de ir todas as vezes: a Toca do Morcego. Aliás, acho que essa é uma das principais razões de eu gastar tanto de Morro. A Toca é, disparado, o meu lugar preferido na ilha! 


Pra quem nunca ouviu falar, a Toca do Morcego é um bar super bacana estrategicamente posicionado no topo do morro e que tem uma vista privilegiadíssima. Por isso, é o melhor lugar de Morro de São Paulo para assistir ao pôr do sol! 

Para o pôr do sol, o bar abre todos os dias às 16:30 e fecha às 22h. E, nos dias de festa, reabre novamente meia noite. Leia o post RêVivendo Morro de São Paulo para ficar por dentro da programação noturna de Morro de São Paulo e conhecer melhor a ilha. 

É bom chegar cedo se quiser garantir uma mesa próximo à mureta. Mas, sinceramente? O lugar é tão legal que nem faz tanta diferença assim onde você vai sentar. O que vale mesmo é o ambiente como um todo, o clima descontraído, a música boa, as pessoas, enfim... o contexto geral.  


A entrada custa R$15,00 (janeiro de 2019) e vale cada centavo. Antes do pôr do sol rola um dj sempre com excelente repertório musical e, depois que o sol se põe, tem sempre um showzinho ao vivo da melhor qualidade. Eu já fui várias vezes na Toca, em anos diferentes, e NUNCA ouvi música ruim por lá! 💓

Então, fica a dica: inclua a Toca do Morcego no seu roteiro em Morro de São Paulo! E vá logo nos primeiros dias, porque tenho certeza que você vai querer ir de novo de tão legal que é o lugar! Ahhh e pra quem curte, a caipiroska de manga deles é simplesmente divina! Experimenta e depois me conta! rs

Pra ver mais fotos e outras informações sobre a Toca do Morcego, assim como de outros lugares bacanas para curtir o pôr do sol na ilha, leia o post: Onde assistir ao pôr do sol em Morro de São Paulo

👉 Confira todos os posts sobre Morro de São Paulo: RêVivendo Morro de São Paulo



RÊVIVENDO FOTOGRAFIAS 
Toda segunda-feira, uma viagem é revivida aqui através de uma fotografia. 
Foto de hojePôr do sol na Toca do Morcego. Morro de São Paulo. Bahia.


Pôr do sol na Toca do Morcego, em Morro de São Paulo. Bahia,
Pôr do sol na Toca do Morcego, em Morro de São Paulo. Bahia.

Continue lendo ►

Passeio de 4x4 em Pipa

Renata Campos | 7.2.19 | | | | | Seja o 1º a comentar!!
o que fazer em Pipa


Um passeio super completo para se fazer em Pipa, no Rio Grande do Norte, principalmente para quem não tem muito tempo disponível e/ou não está viajando de carro, é um tour de 4x4 de um dia inteiro para explorar os principais locais da região. Vale muitíssimo a pena!

Existem vários tours que são mais ou menos parecidos, alguns mais curtos, outros mais longos, alguns mais completos, outros nem tanto. Por isso é bom conferir direitinho o que está incluso naquele que você escolher e o qual o tipo de transporte também, que podem ser buggy, quadriciclo, jipe ou jardineira. 
Continue lendo ►

RêVivendo Fotografias: Praia de Jeribucaçu Itacaré

Renata Campos | 28.1.19 | | | | | | | Seja o 1º a comentar!!
A cidade baiana de Itacaré é conhecida por suas belas praias. Uma característica que me chama bastante atenção por lá é que muitas das praias de Itacaré não tem quase nenhuma estrutura. Bem do jeito que eu gosto, com pouca interferência! Esse é um dos motivos de eu já ter viajado 3 vezes para lá. 

Lógico que Itacaré também tem praias mais urbanizadas, com barracas grandes, mesas, cadeiras, guarda-sóis e toda parafernália! Mas também é possível encontrar praias praticamente desertas. Ou seja, Itacaré tem praia pra agradar a todos

Uma das minhas praias prediletas é (ou era) Jeribucaçu! Me apaixonei por essa praia na minha 1ª viagem, em 2006. Voltei em 2009 e a praia continuou sendo uma das minhas preferidas. Mas, agora em 2019, tudo mudou! Me decepcionei com a praia de Jeribucaçu, como falei nessa foto do Instagram que postei no dia que estive lá. 

Já segue o blog no Instagram? Vai lá então: @revivendoviagens
Tá cheio de fotos lindas de Itacaré por lá! É só procurar pela hashtag #RêVivendoItacaré

O motivo? Bom, como comentei ali em cima, eu prefiro as praias com pouca interferência humana. Conheci Jeribucaçu desse jeito e foi isso, além de toda a beleza da praia, que é inegável e continua intacta, que me fez gostar tanto de lá. Mas, nessa última viagem minha experiência foi bem diferente.

Ver aquela praia linda que eu tanto gosto completamente tomada por mesas e cadeiras de plástico e guarda-sóis roubando a beleza natural do lugar foi um tanto quanto frustrante. Não sei se dei azar por ser altíssima temporada, já que eu viajei no réveillon, ou se a praia realmente está sempre assim, lotada!

O fato é: a praia de Jeribucaçu continua lindíssima! O encontro do Rio Jeribucaçu com o mar, com vários coqueiros rodeando é muito bonito! Sem falar na piscininha que se forma no rio! Uma delícia (pelo menos quando você não se depara com mesas e cadeiras de plástico DENTRO da água 😞).


Mas apesar de ter rolado essa decepção inicial, não há como negar que a praia em si continua muito bonita. Mesmo com o número grande de turistas é possível sim achar cantinhos mais tranquilos e curtir o local numa boa! Continua valendo muito a pena ir a Jeribucaçu. Só não vá esperando uma praia vazia, como eu fui, para não se decepcionar! rs

Outra coisa, saiba também que a infraestrutura da praia é bem precária. Apenas algumas barraquinhas simples de madeira que servem refeições e alguns petiscos. As refeições, pelo menos na alta temporada, precisam ser agendadas (já que eles tem um limite máximo de pratos que conseguem prepara) e saem com hora marcada (o que não quer dizer que eles vão cumprir o horário, a nossa atrasou mais de uma hora! haha). 

Então, se for o caso, chegue, agende sua refeição e vá caminhar e explorar a praia. A parte principal, onde o rio deságua no mar, é curtinha. Mas caminhando mais pra esquerda, você encontrará outra parte da praia maior e bem mais vazia! Aproveite! Caminhando um pouco mais ainda, por um caminho lindo de coqueiros, você chegará na Praia do Arruda onde, na maré baixa, formam-se piscinas naturais com vários corais e peixinhos


COMO CHEGAR EM JERIBUCAÇU

Chegar em Jeribucaçu não é tarefa das mais fáceis. É preciso fazer uma trilha de mais ou menos 30 minutos. Bom, a ida até é mais tranquilo, já que a trilha é toda morro abaixo. Agora, cansativa mesmo é a volta que é só subida! Por isso, muita gente acaba desistindo de conhecê-la. Assim como fazem com a Prainha, outra praia linda de Itacaré, só acessível por trilha, da qual eu falei nesse post

Bom, mas além de caminhar meia hora, você também precisará de um carro para chegar em Jeribucaçu. É que a praia fica afastada do centrinho da cidade. São quase 10km pela estrada que dá acesso a Ilhéus e depois mais quase 2km em estrada de terra até o estacionamento. Se você não estiver de carro pode contratar uma agência de turismo ou mesmo um taxista (combine também dele te buscar na volta).


COMBO PRAIA DE JERIBUCAÇU + CACHOEIRA DA USINA

Várias agências vendem o combo Praia de Jeribucaçu + Cachoeira da Usina. Fui na 1ª vez, pois diziam que a cachoeira era lindíssima e, na época (2006), havia pouquíssima informação na internet e smartphone nem existia.Não achei a mínima graça no lugar! Gente, eu sou de Minas Gerais e se tem uma coisa que eu conheço bem é cachoeira. Não é qualquer quedinha d'água que vai me impressionar não! rs. 

Então, assim, no geral, quando me perguntam se vale a pena fazer esse combo aí, eu digo que NÃO! Mas, claro, isso vai de cada um! Se você não conhece muitas cachoeiras e/ou tá afim de fazer algo diferente, conhecer algo novo e tem tempo, então vá! 

Agora, eu, como boa mineira conhecedora de cachoeiras e carente de praias, não troco meu tempo no mar por uma cachoeirinha meia boa (porque convenhamos que perto das cachoeiras que temos aqui em Minas, as de Itacaré não fazem nem cosquinha). Sabe-se lá quando eu verei água salgada de novo! Tenho que aproveitar meu tempo todinho o mar! 💓 hehe


RÊVIVENDO FOTOGRAFIAS 
Toda segunda-feira, uma viagem é revivida aqui através de uma fotografia. 
Foto de hojePrainha. Itacaré. Bahia.



Praia de Jeribucaçu. Itacaré. Bahia.
O encontro do Rio Jeribucaçu (à direita) com o mar (à esquerda) em um dos raros momentos vazios da praia. 


Continue lendo ►

Onde assistir ao pôr do sol em Morro de São Paulo

Renata Campos | 24.1.19 | | | | | Seja o 1º a comentar!!
Onde assistir ao por do sol em morro de são paulo


Se tem uma coisa que eu amo fazer é assistir ao sol se por! No dia a dia, nessa vida corrida que a gente leva, é meio complicado parar tudo pra ver essa maravilha da natureza acontecer, né? Mas quando estou viajando eu sempre tento tirar um tempinho pra ver o pôr do sol! Amo! 

Na praia então nem se fala! Parece que o espetáculo é ainda maior, vocês não acham?! rs E em Morro de São Paulo não seria diferente, claro. Pelo contrário, o pôr do sol lá é um evento especial. Por isso, a ilha tem vários lugares bacanas pra curtir o fim do dia e apreciar esse espetáculo

Continue lendo ►

RêVivendo Fotografias: Prainha, Itacaré

Renata Campos | 21.1.19 | | | | | | | Seja o 1º a comentar!!
A Prainha é uma das praias mais bonitas de Itacaré! Aliás, já foi até eleita uma das mais bonitas do Brasil! Acreditam? Não por acaso! Ela é linda mesmo e é uma das minhas preferidas na cidade!

Um dos motivos pra eu gostar tanto dela é que, mesmo em altíssima temporada, ela nunca está cheia! O motivo? Só é possível acessá-la por uma trilha e isso acaba desanimando muita gente. Não que a trilha seja difícil! Eu acho bem tranquila!

Considero que a trilha da Prainha é nível leve, mas já vi gente falando que era nível médio e até pesado. Bom, isso vai muito do preparo físico de cada um e do quão acostumado a fazer trilhas as pessoas estão. São pouco mais de 3km de trilha, com algumas subidas e descidas, mas sem grandes declives. Nada comparado com o subidão sem fim da trilha da Praia de Jeribucaçu. O caminho é quase todo dentro da mata, ou seja, protegido do sol, o que torna a caminhada bem mais agradável.

Não é necessário nenhuma roupa ou calçado especial. Geral faz a trilha de chinelo mesmo (tô falando que é nível fácil, gente rs). Mas, assim, o caminho é tranquilo se você tiver em mente que é uma trilha. A trilha é nível fácil. Mas não há como negar que, pra um caminho comum de praia ele não é dos mais fáceis.E pode sim ser cansativo, principalmente por causa do calor e/ou da falta de preparo físico, se for o caso. 


Por isso, muita gente acaba não conhecendo a Prainha, o que é uma pena. Uma das minhas amigas mesmo, ficou pelo meio do caminho. No meio não, no começo, antes mesmo de inciar a trilha em si. É que a trilha para a Prainha começa na praia da Ribeira, a última das 4 praias urbanas de Itacaré. Do centrinho de Itacaré até a Ribeira são, no mínimo, 15 minutos de caminhada, podendo ser até o dobro do tempo, dependendo de onde você estiver hospedado. 

No início da trilha ficam vários guias que pertencem à associação local. Todo mundo indica contratar um deles pois há várias bifurcações ao longo do caminho. Foi minha 3ª vez em Itacaré, 3ª vez na Prainha, mas eu fiquei insegura de ir sem guia, até porque já tinha se passado 10 anos da última vez que eu tinha ido. Nós negociamos com o guia para fazer só a ida, já que na volta, já saberíamos o caminho. Assim, conseguimos um preço mais barato. Pagamos 10 reais por pessoa. Geralmente cobra-se de 20 até 30 reais. Mas tudo é negociável! 

Não existe quase nenhuma estrutura na Prainha. Apenas uma única barraca de praia e nada de cadeiras de praia, guarda-sóis e etc. Portanto, leve sua canga e use as sombras dos coqueiros pra se proteger do sol. Talvez também seja interessante levar algo pra comer, já que as opções lá são bem limitadas. Apenas água de coco, cerveja, refrigerante, água comum, açaí e queijo coalho. Portanto, se a ideia é passar o dia todo lá e acha que só isso não vai te satisfazer, leve um lanche!

Seja como for, apenas vá! Certeza que vão amar a Prainha! 


RÊVIVENDO FOTOGRAFIAS 
Toda segunda-feira, uma viagem é revivida aqui através de uma fotografia. 
Foto de hojePrainha. Itacaré. Bahia.


Prainha. Itacaré. Bahia
A linda Prainha de Itacaré

Já segue o blog no Instagram? Vai lá então: @revivendoviagens
Tá cheio de fotos lindas de Itacaré por lá! É só procurar pela hashtag #RêVivendoItacaré


Continue lendo ►