4

Vale do Matutu - Aiuruoca

Renata Campos | 2.6.17 |
Vale do Matutu Airuoca

O Vale do Matutu é um bairro rural da cidadezinha de Aiuruoca, situado a 20km (em estrada de terra) do centro da cidade. Faz parte da Área de Proteção Ambiental (APA) Serra da Mantiqueira e é uma região muito bonita e com muito verde. O Vale é um dos principais atrativos de Aiuruoca. Você pode tirar um, dois ou vários dias para conhecê-lo e até mesmo ficar hospedado lá.

Existem algumas pousadas no Matutu que são ótimas opções pra quem procura um lugar tranquilo pra ficar. Já falei no post com as Dicas de Hospedagem em Aiuruoca, sobre as vantagens e desvantagens de se hospedar em cada uma das regiões de Aiuruoca, dá uma olhadinha lá. As pousadas do Matutu são todas simples, mas super aconchegantes. Como a oferta de restaurantes não é muito grande, geralmente as pousadas oferecem as 3 refeições, que podem estar inclusas no valor da diária ou não.

Algumas pousadas estão localizadas na estrada ou próximas a ela, onde você consegue chegar de carro facilmente. Mas em outras você precisa deixar o carro em algum lugar e só se chega a pé. Pra quem procurar se integrar totalmente à natureza, essa é a melhor opção! O Patrimônio do Matutu, por exemplo, fica dentro Vale do Matutu propriamente dito. Pra chegar lá você precisará caminhar por, pelo menos 30 minutos. O lugar parece ser bem legal, tem um conceito interessante de conforto, simplicidade e integração com a natureza. Pra vocês terem uma ideia, lá não em luz elétrica. À noite, todos se reúnem em volta da lareira.


Bom, mas caso não tenha se hospedado ali e esteja por ali só de passagem, sugiro que comece o passeio pelo Casarão do Matutu, um antigo casarão centenário, que é hoje sede da Associação de Moradores e Amigos (AMA) do Matutu. Lá você encontra informações sobre a região, serviço de guias (se tiver interesse e achar necessário) e uma lojinha com alguns produtos regionais. É ali também o ponto de início para conhecer os principais atrativos da região.

Uma das coisas mais bacanas e interessantes do Matutu é a comunidade que vive lá! Fundada na década de 1980, a comunidade é praticamente auto-sustentável, produz mel, verduras, frutas, queijo, pães, tudo orgânico e delicioso. 

Casarão Vale do Matutu Aiuruoca
O antigo casarão sede da AMA Matutu

CACHOEIRAS DO VALE DO MATUTU


Poço das Fadas
A apenas 5 minutos de caminhada do estacionamento do Casarão do Matutu, fica o Poço das Fadas. De fácil acesso, tem um ótimo poço pra banho e águas cristalinas. Por isso tudo isso, é um lugar que atrai muitos turistas. Nós demos a sorte de pegar o lugar completamente vazio. Mas também, chegamos lá já no fim do dia, umas 5h da tarde. 

Vale do Matutu Aiuruoca
O Poço das Fadas pareceu ser um ótimo lugar pra banho. 

Cachoeira do Fundo
É a cachoeira mais distante do Vale do Matutu. Fica, justamente no fundo do Vale, daí o nome do lugar. A caminhada é de menos de 5km (ida) mas se gasta em torno de 1:30/2h pois tem muita subida. Não é preciso guia já que a trilha é bem marcada e não tem muito como errar.  A princípio siga as placas para o restaurante da Tia Iraci que é um ótimo lugar para você parar na volta e almoçar, ele fica a pouco menos de 1km do Casarão. Depois, siga as placas para o Patrimônio Matutu (uma pousada que fica ali em meio ao Vale onde carro não chega e não tem energia elétrica). Depois de um tempo você irá perceber que a trilha para o Patrimônio segue à direita e para a cachoeira à esquerda. A partir dali não tem erro mais e nem placa, mas é só seguir a marcação! Você passará por algumas propriedades particulares então é preciso abrir (e fechar) algumas porteiras.

Vale do Matutu Aiuruoca
Sinalização na trilha da Cachoeira do Fundo

Em um determinado momento da trilha, você terá que atravessar um riacho. Ali muita gente acha que errou o caminho, mas não. Passe pelas pedras e prossiga. Detalhe importante: as pedras são um tanto quando escorregadias. Vi muita gente se desequilibrando e caindo na água. Eu, como sou uma pessoa totalmente sem equilíbrio, não quis arriscar e tirei o tênis pra atravessar. Mas minha amiga atravessou (mais ou menos) de boa sem tirar o tênis. Do outro lado do riacho, começa uma trilha linda de samambaias gigantes e a partir dali já é possível ver a cachoeira ao fundo. 

Vale do Matutu Aiuruoca
A cachoeira do Fundo lá no fundo e eu no meio da trilha de samambaias gigantes!

Mais umas subidinhas e descidas e pronto! Chegou! Quer dizer, chegou na primeira queda que não é exatamente o melhor lugar pra nadar, já que tem muita pedra. Mas a grande maioria das pessoas para por ai mesmo. Não sei se é porque não sabem que a trilha continua ou porque sabem que o restante da trilha não é nada fácil e preferem ficar por ali mesmo. 

A cachoeira é enorme, tem mais de 100 metros de altura no total, e impressiona. Mas ela é toda "quebrada". Olhando de longe ela até parece ser inteira. Mas, na verdade, é como se fossem várias cachoeiras menores em sequência. Para chegar nos poços de cima escalar umas pedras e ir subindo pelas raízes das árvores. Não é nada fácil e achei até bem perigoso, principalmente porque estava muito escorregadio. Eu deveria ter tirado umas fotos pra vocês sentirem o drama dessa parte da trilha, mas como eu tinha que usar as mãos pra escalar as pedras e raízes e estava tudo bem úmido, minhas mãos ficaram todas sujas de barro e não tinha nem como tirar a máquina ou celular da mochila. 

Chegamos até uma segunda e depois em uma terceira queda, mas ainda tinha outra(s) mais pra cima. Tentamos continuar subindo, mas chegou uma hora que foi impossível e, frustadas, resolvemos voltar. Descobrimos, só depois, que em algum momento teríamos que atravessar pro outro lado da cachoeira pelas pedras. Mas não sabíamos e também não vimos nenhum lugar que nos sugerisse isso. De toda forma, não sei se teria sido uma boa ideia. As pedras ao redor da cachoeira estavam todas molhadas e super escorregadias. 

Vale do Matutu Aiuruoca
Duas das várias quedas da cachoeira do Fundo

Acabei de falar que eu não tenho equilíbrio nenhum, né? E quem conhece o meu histórico de me machucar em praticamente todas as viagens que eu faço, já pode bem imaginar o desfecho da história. Isso mesmo, obviamente eu escorreguei e cai quando estava tentando descer de uma dessas pedras escorregadias. Ralei a perna, doeu, mas não foi nada demais também. Apenas mais uma lembrança de viagem que ficará marcada pra sempre no meu corpo. É.. pode parecer estranho (e é rs) mas eu coleciono cicatrizes de viagem! Souvenir diferente esse, né? Pois é...  😂😂

Vale do Matutu Aiuruoca
Taí, o souvenir dessa viagem! hehe

Bom, a cachoeira do Fundo é bonita, isso é fato! Mas não é nada de extraordinário! Vale a pena conhecê-la sim, até porque o caminho até lá é bem bonito. Mas se tiver pouco tempo ou ou pouco preparo físico, desencana! Não é exatamente um lugar imperdível! Bom, eu pelo menos não achei! Mas gosto é muito pessoal, né?

Na primeira meia hora de caminhada, a trilha é bem aberta e basicamente plana, com paisagens lindas, muitas araucárias e uma vista incrível do Pico do Papagaio. Mas quem dera ela fosse toda assim! rs. Depois de um tempo, a trilha fica mais fechada e passa a ser praticamente só subida, com algumas descidas também. Não vou negar, é meio chatinha e um pouco cansativa, mas nada demais também. Bom, pelo menos pra quem tem preparo físico e/ou está acostumado a fazer trilhas. Tipo, eu até não estou com preparo lá muito bom, mas tô super acostumada com trilhas. Mas falo isso porque umas meninas que estavam na nossa pousada "morreram" e foram dormir às 8h da noite de tão cansadas que estavam.
Vale do Matutu Aiuruoca
Visual lindo do início da trilha com o Pico do Papagaio ao fundo pra embelezar! 
Vale do Matutu Aiuruoca
Essas araucárias durante a trilha... 😍

Cachoeira do Meio
Como o próprio nome já sugere, a cachoeira do Meio fica estrategicamente posicionada no meio da trilha para a Cachoeira do Fundo. Bom pra se refrescar e tomar uma injeção de ânimo pra continuar a trilha até o final. Mas você pode ir "só" até a Cachoeira do Meio também, sem necessariamente ter que ir até a do Fundo. Tem gente que chega lá e já se dá por satisfeita, aí desiste de seguir a trilha até o fim. Mas vi gente que "morreu" na trilha e resolveu parar e ficar por ali também. Seja qual for o motivo, vale a pena dar uma passadinha nela, nem que seja pra tirar a prova e uma foto também rs. 

Cachoeira do Meio na trilha da Cachoeira do Fundo Vale do Matutu Aiuruoca
Cachoeira do Meio

Eu passei nela na volta e achei o poço dela até melhor pra banho do que o da do Fundo. Pelo menos não tem tantas pedras como a outra. Mas tô falando só de olho mesmo porque, confesso, não entrei em nenhuma das duas. Olha, eu não sou de "arregar" não, mas tava tão frio (e a água tão gelada) que eu não tive coragem mesmo! Pra vocês terem uma ideia, nesse dia eu não vi ninguém entrando na água de nenhuma das 3 cachoeiras do Matutu. Tava frio meeeeesmo, gente! 😰


Cachoeira do Macacos
Essa cachoeira não fica exatamente no "centrinho" do Matutu, mas sim na estrada que dá acesso ao Vale. Não cheguei a conhecê-la, mas nos disseram que era bem bacana e de fácil acesso. Nossa ideia era visitá-la antes de ir ao Vale, mas como saímos tarde da pousada e ela não era prioridade, acabamos deixando pra visitá-la na volta, mas não rolou! Já tava quase escurecendo quando passamos por ela na volta.

Se você tiver interesse de conhecê-la preste atenção à seguinte dica: não existe placa informando onde começa a trilha. Então, na estrada para o Matutu, preste atenção numa placa azul à sua direita indicando o caminho para Ananda Matutu. A entrada pra cachoeira está exatamente do outro lado da rua, ou seja, à esquerda de quem está subindo. Você vai ver um quebra corpo na cerca de arame. É ali. Só descer uns 5 minutinhos e já estará na cachoeira. Se for visitar a cachoeira na volta, fique atento pois a placa (que estará agora à sua esquerda) não estará visível.


RESTAURANTES DO VALE DO MATUTU

Além dos atrativos naturais, você também encontra atrativos gastronômicos no Matutu. Existe uma comunidade vivendo ali e alguns restaurantes que atendem os locais mas, principalmente, os turistas. Muitas pousadas também oferecem refeições, algumas já inclusas no valor da diária e outras onde é cobrado à parte. De toda forma, existem também opções interessantes como os lugares que eu conheci e descrevo abaixo.

Restaurante da Tia Iraci
Esse restaurante é quase que uma parada obrigatória pra quem está voltando da trilha da Cachoeira do Fundo ou da do Meio, já que fica estrategicamente posicionado quase no fim da trilha. Afinal de contas, não existe nada melhor do que uma boa comida mineira pra repor as energias no final de uma trilha, não é mesmo? O único porém é que depois de se entupir de comida, você ainda terá que seguir rolando caminhando cerca de 1km até chegar ao final da trilha mesmo... haha

Muita gente não encara a trilha até a cachoeira, mas encara a caminhada de, pelo menos, 1km (se estiver de carro e deixá-lo no estacionamento, senão a distância a ser percorrida será ainda maior) única e exclusivamente para ir ao restaurante. Acho que já deu pra entender que vale a pena você conhecer o restaurante, não é mesmo?

O lugar é lindo! Imaginei que seria algo bem mais simples e rústico, mas é todo bonitinho, arrumadinho e bem decorado. São vários ambientes, todos de muito bom gosto e super aconchegante. O almoço é servido no fogão à lenha e custa R$35,00 pra você comer à vontade e quantas vezes quiser ou então R$28,00 para ser servido pela cozinheira, comer apenas 1 vez e com direito a apenas 1 carne. Comida caseira e com um temperinho delicioso! Nós chegamos no restaurante já era tarde e ainda fomos tomar uma cerveja pra relaxar antes do almoço. Quando fomos comer já era quase 4h da tarde e a comida já estava no final, algumas coisas já tinha até acabado. Mas mesmo assim deu pra aproveitar bem. Mas fica de olho no horário pra não perder essa delícia de comida, hein?

Vale do Matutu Aiuruoca
Super gracinha o restaurante da Tia Iraci, no Vale do Matutu

A Tia Iraci também tem uns chalés pra alugar que ficam atrás do restaurante. Não cheguei a conhecer, mas a dona da pousada que ficamos disse que o lugar é uma graça, confortável e com decoração de bom gosto.

Aroma do Vale
Também localizado dentro do Vale do Matutu, mais ou menos no meio do caminho do estacionamento e do Restaurante da Tia Iraci, o Aroma do Vale é um spa com serviço de massagem, aromaterapia, cromoterapia, escalda pés, entre outros. Também tem um restaurante com um cardápio interessante. Não cheguei a conhecer. Só passei pela porta e achei o cardápio, o lugar e os serviços bacanas. Mas no site deles é possível ter mais informações a respeito.

Vale do Matutu Aiuruoca
Entrada do restaurante Aroma do Vale

Candeeiro do Vale
Esse restaurante está localizado na entrada do Vale do Matutu, próximo ao estacionamento do Casarão. Lá é servido almoço durante o dia e crepes e tira-gostos à noite. Nos fins de semana e feriados tem shows ao vivo à noite. O lugar é bem bacana, tem lareira, mesa de sinuca e umas mesinhas na varanda. Já a parte de dentro funciona mais como bar, próximo ao do balcão, fica o "palco" onde rolam os showzinhos. No dia que fui, o show era de uma bandinha que tocava vários estilos de músicas nacionais. Muito bom e animado!

Essa é a única "baladinha" que você vai encontrar não só no Matutu, mas em toda a da cidade. Fui embora de lá já devia ser 1 da manhã. Só não fiquei mais porque eu estava morrendo de frio. E olha que eu usava uma blusa de frio e um casaco grosso por cima, mas ainda assim estava congelando!


➥ SAIBA MAIS SOBRE AIURUOCA
Aiuruoca - Dicas do que fazer, como chegar e onde ficar
Dicas de hospedagem em Aiuruoca


Veja mais fotos de Aiuruoca no Instagram do blog. 
É só procurar pela hashtag #RêVivendoAiuruoca


👍
Gostou do conteúdo e quer salvar pra consultar depois? Dê um "pin" na foto abaixo e salve no seu Pinterest!
Aproveite para seguir o blog por lá também! 😉





--
Tá indo viajar? 

➥ Reserve sua hospedagem pelo Booking, o maior portal de hospedagem do Brasil. Garanta já o melhor preço e vários descontos. É rápido, fácil e seguro!




➥ Não se esqueça de fazer seu seguro viagem. A Real Seguros trabalha com as melhores seguradoras do país. Compare e escolha a melhor opção pra você. Viaje sem correr riscos!

Seguro viagem brasil 728x90

➥ E se for alugar um carro, use o serviço da nossa parceira Rental Cars que compara preços e carros de várias locadoras no mundo todo!




✔ Você não paga nada a mais por nada disso, pelo contrário, economiza conseguindo os melhores preços e descontos! E ainda ajuda esse blog a se manter!! ✌

4 comentários :

  1. Oi, Rê. Tudo bem? :)

    Seu post foi selecionado para o #linkódromo, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia – Natalie

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Natalie,
      Obrigada! Fiquei muito feliz! :)
      Bjos

      Excluir
  2. Lugar maravilhoso e abençoado! Ótimas dicas!! Parabéns Rex!!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aeee obrigada, Graça!
      Lugar lindo mesmo!
      bjos

      Excluir

Comente aqui