21

Guia prático de Cuba

Renata Campos | 5.6.12 |


Cuba é um país encantador, curioso, intrigante, singular!! Visitar Cuba é uma experiência única! O país misura belezas naturais, praias com aquele azuuul caribenho, monumentos históricos, museus e um povo simpático e muito acolhedor, que encara, com um sorriso no rosto, todas as dificuldades e recessões do regime político.

Para conhecer um pouco de Cuba dê uma olhada nesse vídeo aqui, tenho certeza que se ainda não foi, vai querer arrumar as malas correndo!! E se já foi, vai ficar louco pra voltar.. como eu fiquei!!




Se pretende ir à Cuba, dê uma olhada aqui nas principais informações que você precisa saber para ir à terra de Fidel sem passar aperto. 


INFORMAÇÕES BÁSICAS

Localização: Cuba é a maior ilha do Caribe. A ilha tem como vizinhos: as Bahamas, o Haiti, os Estados Unidos, as Ilhas Caymans e a Jamaica.

Capital de Cuba: Havana (La Habana)

Área: 110 000 km²


População: 11 200 000 habitantes

Língua: Espanhol

Clima: Tropical. Cuba tem um clima quente durante praticamente todo o ano e conta com basicamente duas estações: uma estação seca de novembro a abril, com médias entre 18 a 28º C e outra estação úmida que vai de maio a outubro, quando pode acontecer furacões e a temperatura passa facilmente dos 30 ºC. 

Principais Cidades: Havana, Santiago de Cuba, Camagüey, Remédios, Santa Clara, Trinidad, Matanzas, Varadero, Cayo Largo.



Moeda: Existem duas moedas em Cuba: o Peso Cubano (CUP) usado pelos cubanos e o peso conversível (CUC) usado pelos turistas. A disparidade de valor entre as duas moedas é enorme (25 CUP = 1 CUC) o que deixa qualquer cubano louco pra conseguir uns trocados em CUC.
São “dois pesos e duas medidas” mesmo!

Cotação e câmbio: Obviamente, só se faz câmbio (oficialmente falando) em CUCs. Só para ter uma ideia, 1 CUC = 1 dólar. 

O real não é aceito nas casas de câmbio, então é preciso levar outra moeda, como dólar americano, o dólar canadense (geralmente mais vantajoso) ou o Euro. Para fazer o câmbio nas cadecas (casas de câmbio) é cobrado 10% do montante a ser trocado, caso a moeda seja dólar americano!!! Portanto, provalmente, essa não seja a melhor opção.

Também é possível fazer o câmbio na recepção dos grandes hotéis, no entanto o câmbio é um pouco mais desfavorável. 

Documentos necessários para viagem: Passaporte e “Visto” de turista. Na verdade o visto é uma tarjeta del turista, ou seja, um cartão como o da foto abaixo. Custa cerca de 20 dólares (pagos em Reis, de acordo com a cotação do dia) e pode ser comprado no próprio balcão das companhias aéreas no momento do embarque ou ainda em algumas agências de turismo. Avianca e Copa eu sei que vendem o visto, mas não são todas as cias aéreas que tem autorização para vendê-lo, então não custa nada se informar antes. Há também a possibilidade de se adquirir o “visto” nas embaixadas e consulados cubanos no Brasil. No entanto, o processo além de mais burocrático, é mais caro! O "visto" deve ser preenchido com nome, data de nascimento, número do passaporte e nacionalidade e entregue na imigração em Cuba. Eles destacam o pedaço da direta e você tem que guardar a outra parte para apresentar na saída.


Devido a possíveis problemas que os viajantes possam ter ao tentar ingressar nos Estados Unidos, o passaporte não é carimbado em Cuba!! O carimbo é dado apenas no "visto", também por isso é importante guardar o papel até o fim da viagem. Mas, caso você queira, pode pedir para carimbarem seu passaporte. Como estou indo pros Estados Unidos no próximo mês, achei melhor não arriscar ter uma dor de cabeça desnecessária.

Além disso, desde 1º de Maio de 2010, é cobrado seguro de saúde para turistas entrarem no país. No entanto, não nos pediram nada! Se você quiser arriscar ir sem seguro e ele for cobrado, poderá obter o seguro através da ASISTUR S.A.

Também é necessário ter o endereço de onde ficará hospedado (mesmo que não seja em todos os dias) e a passagem de volta ao Brasil.

Aeroporto: O Aeroporto Internacional José Martí (HAV) está localizado a cerca de 15 km do centro de Havana (Avenida Van Troy y final - Rancho Boyeros). Uma corrida de táxi até o centro histórico (Ciudad Vieja) fica em torno de 20 CUC. O aeroporto tem algumas lojinhas e lanchonetes.

Na sala de embarque, como já era de se esperar, não há um free shop, apenas algumas lojas vendendo artesanatos e produtos cubanos. Há também uma mini lan house onde se pode acessar a internet (coisa raríssima em Cuba). 



ATENÇÃO Para sair de Cuba é necessário pagar uma taxa de 25 CUC. Reserve dinheiro pra isso!! A taxa só pode ser paga em dinheiro e só são aceitos CUCs. O guichê fica entre os balcões das companhias aéreas e a área de embarque e a taxa deve ser paga DEPOIS de feito o check in, pois a etiqueta será colada no verso do cartão de embarque.


Telefonia e acesso à internet: Para usar seu telefone celular é necessário desbloqueá-lo junto à sua operadora. Confira os valores para receber e fazer ligações e mandar mensagens, os preços variam entre os destinos.

A empresa de Telecomunicações de Cuba S.A. (ETECSA) é quem comanda a telefonia e o acesso à internet em Cuba. Existem lojas nos principais bairros de Havana e também nas cidades turísticas do interior do país. Lá é possível fazer chamadas para dentro e fora do país e também acessar a internet. Não existe wifi aberta em Cuba, portanto se quiser usar a internet, terá que comprar um cartão por 10 CUCs que vale por uma hora e pode ser usado em qualquer computador em quanto tempo e quantos dias quiser até atingir a marca de 1 hora. Além das lojas da ETECSA também é possível acessar a net, através desse mesmo cartão, e fazer chamadas internacionais nos grandes hotéis das cidades.

Fuso horário: 1 hora a menos que no Brasil.

Transporte: O sistema de transporte público em Cuba é péssimo. Existem pouquíssimos ônibus e os que têm vivem lotados, além de demorarem muito pra passar.

Portanto, para se locomover em Havana, além de andar bastante, a melhor alternativa são os táxis. E opção de táxi é o que não falta. Existem desde os oficiais que são mais caros e em carros mais novos até os carros antigos, a maioria da década de 50, que além de mais baratos são muito mais charmosos, convenhamos! No entanto, esses táxis não têm taxímetro, então, para evitar surpresas, negocie o preço antes. Peça desconto, pechinche, regateie (como dizem os cubanos)!
Além dos carros (novos e antigos) também existem outras opções interessantes como o coco-táxi, uma moto adaptada com uma capa que lembra um coco.. ou um orelhão, e acomoda de 2 a 3 pessoas, e o táxi-bike, uma bicicleta que carrega algo como uma carruagem. Além das tradicionais charretes, que são usadas principalmente no centro histórico onde há restrição de uso de carro em vários lugares.
Experimente todos! Será, no mínimo, divertido!










Existem também os ônibus turísticos da TRANSTUR que levam turistas pra lá e pra cá o tempo todo, seja para city tours, visitas a lugares específicos ou entre cidades. Há também uma linha, na verdade são três linhas, chamada Habana Bus Tour (em Varadero também há o Varadero Beach Tour) que circula diariamente pelos principais pontos turísticos de Havana. O ônibus custa 5 CUCs e você pode pegá-lo em qualquer ponto na cidade, que são sinalizados com as plaquinhas correspondentes, e descer e subir quantas vezes quiser durante o dia. É uma boa opção para conhecer os principais pontos turísticos da cidade.



 






O trânsito em Havana é bem tranquilo, já que não existem muitos carros na cidade. Até o início desse ano a compra de carros não era permitida oficialmente pelo Governo, isso explica a quantidade de carros antigos, das décadas de 20 a 60, que existem no Cuba e que deixam o país ainda mais fascinante. 


21 comentários :

  1. Adorei o post!!! Estou ainda mais animada em ir p Cuba!! Parabens!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada!! Tá quase chegando a sua hora também, né? Delícia! =)

    ResponderExcluir
  3. Anônimo10.3.13

    Re, estou viajando para lá no mês que vem. E seus relatos, impressos, serão meus companheiros de viagem. Bjs (a) Ronaldo TOVANI

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Ronaldo!!
      Você vai adorar Cuba!
      Boa viagem e bom proveito!

      Excluir
  4. Estou programando uma viagem para lá em outubro... Estou aproveitando seus relatos!!
    São show de bola!!! Parabens!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Kelston,
      Precisando de algo é só falar!
      Cuba é encantadora, você vai adorar!! :-)

      Excluir
  5. Muito bem feito o post, inclusive o outro: "onde ficar..."
    Obrigado !
    Paulo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Paulo!
      Precisando, é só falar! ;-)

      Excluir
  6. Camila soares24.11.13

    ola Renata td bom gostaria de saber se vc foi a Varadero e se indica alguma coisa por la ou ate msm nas proximidades

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila, fui pra Varadero sim!
      Fiquei 3 dias, mas 2 deles só no Resort mesmo. Mas no último dia, peguei o ônibus turístico (que comentei aqui no post) e rodei a cidade toda com ele e desci nos pontos principais. Ainda tenho que escrever sobre Varadero aqui, mas as viagens estão se atropelando... :-/

      Excluir
  7. Olá Renta. Ótimo relato!!! Também estou indo para cuba. Tens alguma certeza sobre a aquisição da Tarjeta de Turista junto a Avianca / Taca??? Porque estou lingando para as empresas e todas dizem que não sabem do que estou falando.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Felipe! Humm.. é sério que a Avianca não sabe nada sobre Tarjeta de turista? Que estranho isso! Bom, não sei te dizer então, pois eu fui de Copa e foi super tranquilo!
      Boa sorte e boa viagem! :-)

      Excluir
  8. Renata, estou aqui planejando minha viagem pra Cuba e sonhando! Seus posts estão incríveis. Os melhores que achei! Agora fiquei curiosa com essa "Tarjeta de turista", não achei onde se referiu a isso. Ela representa algum benefício? Provavelmente irei pela Copa também. Abraços, parabéns e obrigada!! Evelize.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Evelize, tudo bem?
      Obrigada! :-)
      A tarjeta del turista nada mais é do que o visto que você precisa para entrar no país. É porque não exatamente um visto como estamos acostumados, então eles a chamam assim!! Falei mais acima, nesse post!
      Boa viagem!

      Excluir
  9. Anônimo21.3.14

    o preço da refeições? quanto levar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi "Anônimo" tudo bem com vc?
      Então, é como eu sempre falo, quanto levar é algo muuuito relativo. Tudo depende do seu estilo de viagem e do tempo que vai ficar lá e quais lugares vai visitar!
      Quanto às refeições, também depende do tipo de restaurante, de comida e bebida você pedir. Mas, neste post, eu falo dos restaurantes que fui e os preços do que comi http://www.revivendoviagens.com/2012/06/revivendo-havana.html
      Dá uma olhadinha aqui! ;-)

      Excluir
  10. Carlos Nogueira6.5.14

    Daqui a 13 dias estarei em Cuba. Já fiz todo o meu roteiro mas gostei de ver suas dicas. Muito obrigado.

    ResponderExcluir
  11. Daian Zini26.12.14

    Sensacional teu post. Assim como você, também opto por viajar de maneira econômica e independente. Vou seguir tuas sugestões. Obrigado pelas dicas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daian, obrigada!!
      Aproveite muito Cuba, o país é sensacional!

      Excluir
  12. Comecei hoje a sonhar com uma viagem a Cuba e, pelo visto, já cai no blog certo. Como tenho umas milhas da AAdvantage, que em tese me dá direito de voar pela LAN ou pela Aeroméxico, vou tentar ver se consigo essas passagens na faixa. Minha mulher é reticente quanto a ficar em quartos de residências particulares, mas eu estou super a fim de partir por aí. Parabéns pelo blog e obrigado por dividir as informações. Rogerio - SP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que ótimo, Rogerio! Obrigada!
      Tomara que dê certo sua troca de milhas.
      A hospedagem em casas de famílias cubanas, além de bem mais em conta, é uma experiência única! Vale muito a pena, viu?
      Seja como for, vá e aproveite muito. Cuba é incrível!!

      Excluir

Comente aqui