11

Dirigindo sozinha na Transfagarasan, Romênia

Renata Campos | 29.9.19 |
Transfaragasan Romênia


Lugar de nome difícil, a Transfaragasan já foi eleita uma das estradas mais incríveis do mundo! Não por acaso! Ela é realmente de deixar qualquer um de queixo caído! E foi um dos pontos altos da minha viagem pela Romênia.



HISTÓRIA DA TRANSFARAGASAN


A  Transfaragasan foi mais uma ideia megalomaníaca do ditador romeno Ceaucescu. O objetivo era ter uma rota rápida e de fácil acesso para os militares, em caso de uma invasão soviética. Assim, no início da década de 1970, o ditador ordenou a construção da estrada ligando a região da Valáquia (da qual a capital Bucareste faz parte), até a Transilvânia, cortando as montanhas Faragas, daí vem o nome Transfaragasan.

Infelizmente, a história da construção da estrada é bem triste, pois custou a vida de muita gente! Além das condições de trabalho não serem das melhores, os trabalhadores (em sua maioria militares jovens) não tinham a mínima experiência em construção! Eles morreram devido ao esforço excessivo de várias horas ininterruptas de trabalho, aliado a uma altitude de 2 mil metros. Sem falar nos milhões de toneladas de explosivos usados constantemente.


Oficialmente, fala-se em "apenas" 40 mortes. Mas, todos dizem que é muito mais do que isso. Não se sabe um número ao certo, mas fala-se de centenas de mortes! Triste um lugar tão bonito, ter custado a vida de tanta gente, não é mesmo?

Transfaragasan Romênia
O "preço" alto das belas curvas da estrada Transfarafasan, na Romênia.


COMO É DIRIGIR NA TRANSFARAGASAN


Essa estrada foi um dos principais motivos de eu ter resolvido alugar um carro para percorrer a Transilvânia. Bom, eu até poderia ter conhecido muitos dos lugares que fui na Romênia apenas usando transporte público. Lógico que seria mais difícil, me tomaria muito mais tempo e eu teria que cortar algumas coisas do roteiro. Mas que daria, daria!


Transfaragasan
Dirigindo pela Transfaragasan

Só que me encantei de cara pela Transfaragasan e não poderia admitir não conhecê-la. Durante a viagem eu descobri que até existem alguns tours (eu vi saindo de Brasov e de Sibiu), que levam até ela. Mas, definitivamente, não é a mesma coisa do que dirigir por conta própria, poder parar onde quiser, curtir todos os "milhares" de mirantes ao longo do percurso, pelo tempo que bem entender! 

Sem falar que esses tours não percorrem a estrada por completo. Fazem a parte mais interessante, é bem verdade. Mas não fazem tudo! Enfim, mesmo viajando sozinha, resolvi alugar um carro e foi a melhor coisa que eu poderia ter feito!

Mas durante a viagem, que mostrei toda no Instagram do blog (quem não acompanhou, tá tudo salvo nos destaques, dá só uma olhada aqui) muita gente me perguntou se a estrada era perigosa e/ou se eu tive medo de dirigir sozinha lá.

Transfaragarasan, na Romênia
Essa imagem te assusta ou te dá vontade de entrar num carro agora? rs

Gente, pra começar, eu moro em Minas Gerais. Quer lugar com mais morros que Minas? hehe Morros, subidas, descidas e curvas definitivamente não me assustam. Dirijo bastante aqui em Minas, no interior, inclusive, nos mais diversos tipos de estrada, então estou mais do que acostumada! Tirei de letra. Mesmo!

Mas pra não está habituado, talvez seja um pouco mais desafiador mesmo! Afinal de contas, são 90 km de muitas subidas, descidas e curvas, muuuitas curvas... mas acima de tudo, muuuuuita beleza 😍

E sobre dirigir sozinha, bem, isso já não era novidade pra mim. No passado, durante a minha EuroTrip2018, eu resolvi encarar esse "medo" e dirigir sozinha pela 1ª vez (até escrevi um textinho sobre isso aqui). Foi muito mais tranquilo do que eu imaginava! Sensação única de liberdade! 

Transfaragasan Romênia
Dirigindo sozinha na Transfagarasan
Na #eurotrip desse ano, então, eu nem cheguei a pensar 2x antes de alugar o carro! E digo que foi a decisão mais acertada que fiz! Dirigir 6 dias, sozinha, pela Transilvânia foi incrível! E nada melhor do que uma estrada como a Transfaragasan pra fechar com chave de ouro essa road trip fantástica pela Romênia, não é mesmo?

Já falei em outros posts (clique aqui para ler tudo que já escrevi sobre a Romênia), que eu aluguei o carro antecipadamente pela RentalCars e paguei 17 euros na diária. Achei que foi um excelente custo x benefício!


O PERCURSO


Confesso que, a princípio, eu estava meio perdida com a falta de informações sobre a estrada. Mas fui estudando o mapa e marcando alguns pontos de interesse que eu queria percorrer. Pronto! Não teve erro! Usei o Google Maps e foi super tranquilo!

A Transfaragasan (DN7C) tem início próximo à cidade de Curtea de Arges e se estende por 92 km de muuuuitas curvas até próximo à cidade de Sibiu, no cruzamento com a DN1, outra estrada construída na época do regime comunista como rota de fuga.

Mas eu fiz o percurso contrário. Comecei no final da estrada, saindo de Sibiu, onde eu tinha passado a noite anterior (saiba mais sobre a cidade aqui) e dirigi até a capital Bucareste, onde finalizei minha roadtrip pela Transilvânia.


Pela estrada comum, 280 km (e 3:30 min) separam Sibiu de Bucareste. Já pela Transfaragasan, a distância é um pouco maior, coisa de 40 km apenas. Só que o tempo de viagem aumenta consideravelmente, são pelo menos 2 horas a ais! Bom, isso se você for diretão, sem parar! O que já adianto ser impossível!

Afinal de contas, a graça dessa estrada é justamente ir parando para apreciar toda sua beleza. Portanto, considere gastar um dia inteirinho para ir de Sibiu até Bucareste (ou vice-versa, caso queria fazer o circuito pela Transilvânia ao contrário do que eu fiz).

Transfaragarasan, na Romênia
Cada lugar mais lindo que o outro para parar, fotografar e apreciar a vista. 


QUANDO IR


Antes de planejar fazer essa viagem, é preciso certificar-se que a Transfaragasan estará aberta, o que acontece basicamente só no verão. Nesse ano (2019), a previsão é que ela fique aberta do dia 29 de junho a 31 de outubro.

Então, caso queira conhecer a estrada, fique atento a isso. O ideal é mesmo é conferir no site oficial, as datas de funcionamento, que mudam de ano a ano.

Você deve estar se perguntando o motivo do fechamento da estrada, né? Simples, o frio! A estrada passa no meio das montanhas e tem altitude elevada. Portanto, é sempre frio por lá (não deixe de levar agasalho mesmo no verão). A estrada chega a congelar no inverno!


PONTOS DE MAIOR INTERESSE NA TRANSFARAGASAN


A estrada toda é muito bonita e interessante, observar suas curvas de alguns dos vários mirantes é, sem dúvida, a melhor coisa de todas. De tirar o fôlego mesmo. Mas, além disso, alguns outros pontos de interesse se destacam ao longo do percurso.

Bâlea Cascada


Depois de sair de Sibiu, minha 1ª parada foi a Bâlea Cascada (ou Waterfall em inglês, Cachoeira em português). Na verdade, eu só vi a cachoeira de "longe", quando parei o carro em frente à Telecabina Bâlea Cascada - Bâlea Lac.

Apesar de não ser uma trilha longa, nem difícil, eu acabei não fazendo. Como era a 1ª atração que eu estava visitando, fiquei com receio de "perder" muito tempo, sendo que tinha muitas outras coisas que eu ainda queria ver.

Balea Cacada, na Transfaragarasan, Romênia
Balea Cascada


Telecabina Bâlea Cascada - Bâlea Lac


Como o nome já sugere, essa telecabina (cable car em inglês, teleférico/bondinho em português) liga a Bâlea Cascada ao Balea Lac (falei dele mais abaixo) que fica muitos metros acima. O percurso total, são quase 4 km.

Transfaragasan
Telecabina Balêa Cascada - Balêa Lac na Transfaragasan

Como eu sou a louca por vistas do alto e adoro teleféricos, bondinhos e afins, nem pensei 2 vezes. Cheguei lá, tava saindo um teleférico e eu já fui logo entrando. E esse foi um grande erro! Não perguntei preço e não procurei saber sobre o trajeto, nem nada.

Só fui saber o valor lá em cima, no final do trajeto. Paguei 35 lei (± 34 reais) chorando. E chorei mais ainda quando soube que esse valor era apenas de um trecho! Ou seja, 70 lei ida e volta! 💸 Não que o valor seja extremamente absurdo, mas é bem mais alto que os outros lugares do gênero que eu tinha ido na Romênia.

E também rolou uma decepção porque achei que chegaria em algum lugar exclusivo, onde só teria acesso de teleférico. Mas não! O teleférico só vai até o Bâlea Lac, lugar onde eu obrigatoriamente passaria de carro mais tarde!

Transfaragasan
Chegada do teleférico no Balea Lac. O lugar é lindo, não há como negar, mas é acessível de carro. 

Admito que essa parte aí foi falta de informação da minha parte, eu deveria ter pesquisado melhor mesmo. Eu só tinha lido relatos de quem NÃO tinha feito o passeio de teleférico, seja por falta de tempo, ou por estar fechado (ele não funciona o ano todo).

Mas o problema mesmo foi que, na ida a cabine estava muito cheia. Eu fui uma das últimas pessoas a entrar e fiquei bem no meio, longe das janelas. Aí, além de eu não conseguir me segurar em lugar nenhum (só nos desconhecidos ao meu redor), eu mal consegui ver a paisagem. Fiquei decepcionada e não achei que tivesse valido a pena.

Maaaas, na volta foi diferente. A cabine tinha poucas pessoas e, aí sim, eu pude curtir de verdade o passeio. E quer saber? Foi lindo! Adorei! As paisagens são maravilhosas, fiquei encantada! Então, assim, se considerar só a minha volta, eu já achei que valeu bem a pena, viu?! rs

Transfaragasan, Romênia
Telecabina Balea Cascada - Balea Lac

Então, minha dica é: gosta de vistas do alto, está com tempo e dinheiro? Faça! Caso contrário, não perca seu tempo, nem seu dinheiro. Vá subindo de carro mesmo pela estrada, que você também terá vistas lindas da estrada, de ângulos diferentes, é bem verdade, mas lindas!

Bâlea Lac


Bâlea Lac (ou Lake em inglês, Lago em português) é, sem dúvidas, o lugar mais interessante de toda a estrada! O lago em sim é muito bonito e todo seu entorno, as construções e as montanhas deixa tudo ainda mais maravilhoso.

E é também ali próximo que se tem a melhor vista de todas! Sabe aquela foto clássica pegando várias das curvas da estrada? Pois bem, é dali! Nem pense em passar direto, a parada é mais do que obrigatória!

Transfaragasan, Romênia
Aquela vista clássica da Transfaragasan

Tanto é que fizeram várias barraquinhas de comida nesse região. Aproveite para "reabastecer o tanque" (o seu, porque o do carro só mesmo no início ou no final da estrada) e provar algumas comidinhas e doces romenos.

Além de tudo isso, ali bem próximo ao lago também é possível caminhar sobre a neve! E olha que eu fui no verão, hein? Em pleno mês de julho, ainda tinha um pedaço de neve ali, ao lado da estrada, e acessível a qualquer pessoa! Legal demais!


Transfagarasan. Romênia
Resquícios de neve na parte mais altar da Transfagarasan, em pleno verão (julho/2019). 

Transfagarasan. Romênia
Parte do Balea Lac tomado de gelo, no verão romeno

Só reforçando aqui: se tem neve, vai estar frio, certo? Portanto, por mais calor que esteja fazendo na cidade de onde você iniciar o percurso, não deixe de levar um casaco! Devido à altitude, a temperatura na estrada é quase sempre baixa! Leve casaco!

E o clima também muda muito. Comecei a dirigir com o dia limpo, céu azul e poucas nuvens, depois o tempo fechou e veio uma neblina que cobriu parte da paisagem e, por fim, o tempo abriu novamente. Então, esteja preparado pra tudo!

Lacul Vidraru


O Lacul Vidraru é um lago artificial, criado em 1965, quando da construção da barragem de mesmo nome (Barajul Vidraru, em romeno e Vidraru Dam, em inglês), no rio Arges.

O lago é enorme, tem mais de 10km de extensão e 2km de largura. E, durante o verão, é possível fazer passeios de barco também. Apesar de não ter feito, acho que deve ser legal porque o lugar é bem bonito, toda cercado de montanhas.

Transfagarasan. Romênia
Lacul Vidraru

Castelo Poenari


Nas margens da Transfaragasan, fica o Castelo Poenari, que é o verdadeiro castelo do Drácula. Sim, apesar do castelo de Bran, ser conhecido como o Castelo do Drácula, como eu já contei nesse post aqui, Drácula nunca pisou lá.

Reza a lenda que o Drácula não apenas morou no castelo (que hoje está em ruínas) Poenari, como sua mulher teria se suicidado lá, pulando de uma das torres do lugar.

Bom, eu cheguei lá ainda sem muita coragem de encarar os quase 1500 degraus até o topo da fortaleza, mas por sorte, digo azar, o castelo estava fechado! Não dava pra subir! Não entendi o motivo, mas também não procurei saber não. Agradeci por não precisar encarar os 1500 degraus (3000 ida e volta, né?) e segui viagem!

Transfaragasan - Romenia
As ruínas do Castelo Poienari (lá no topo do morro) vista da estrada

Curtea de Arges


Marcando o final, ou melhor, o início da Transfaragasan, fica a cidadezinha de Curtea de Arges. Vale muito a pena dar uma leve desviada da estrada, para entrar na cidade e visitar a Catedral de Curtea de Arges.

A catedral é um espetáculo, como quase toda igreja ortodoxa. Linda por fora e também por dentro, onde é toda colorida e dourada. Ela foi construída no início do século XVI e carrega parte da história da Romênia. O famoso Rei Carol I está enterrado lá, juntamente com sua esposa e filha.

Transfaragasan
A linda Catedral de Curtea de Arges

Essa foi, portanto, minha última parada na estrada, já no fim do dia. De lá, segui direto para Bucareste, encerrando assim minha viagem de carro pela Romênia.


URSOS❗❗

Pra finalizar, fique atento aos ursos! Sim, a estrada é cheia deles e cheia de avisos para ter cuidado com eles! Depois de receber avisos no celular da presença deles e de ver vários cartazes ao longo do caminho, não é que encontrei com um deles caminhando tranquilamente pela estrada?

Foi lindo! Mas, não deixa de ser perigoso! Se você também encontrar um(ns) urso(s) na estrada, não desça do carro e não os alimente. Vi gente tacando comida pela janela do carro! NÃO faça isso!




Saiba mais sobre a Romênia aqui: www.revivendoviagens/romenia


Já segue o blog no Instagram? Vai lá então: @revivendoviagens
Tá cheio de fotos lindas da Romênia lá! É só procurar pela hashtag #RêVivendoaRomênia

--
Tá indo viajar? 


➥ Reserve sua hospedagem pelo Booking, o maior portal de hospedagem do Brasil. Garanta já o melhor preço e vários descontos. É rápido, fácil e seguro!



➥ Não se esqueça de fazer seu seguro viagem. A Real Seguros trabalha com as melhores seguradoras do país. Compare e escolha a melhor opção pra você. Viaje sem correr riscos!

Seguro viagem europa 728x90

➥ E se for alugar um carro, use o serviço da nossa parceira Rental Cars que compara preços e carros de várias locadoras no mundo todo!



✔ Você não paga nada a mais por nada disso, pelo contrário, economiza conseguindo os melhores preços e descontos! E ainda ajuda esse blog a se manter!! ✌

11 comentários :

  1. Que estrada ma-ra-vi-lho-sa! Essa paisagem é um presente, né? Deve ter sido uma experiência incrível, amei!

    ResponderExcluir
  2. Eu fui à Romênia milênios atrás e nem me passou pela cabeça alugar um carro. Você mandou muito bem, pois os cenários são fantásticos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá na hora de voltar então pra conhecer melhor o país! :)

      Excluir
  3. Que bela estrada apesar da triste história por trás da sua construção. Adorei seu comentário de que mineiro entende de estrada sinuosa!!! A dica de organizar os pontos de interesse pelo Google Maps é bem boa, vou adotar nas minhas viagens

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu uso o Google Maps (mais especificamente, o My Maps) em todas as minhas viagens. É uma mão na roda!

      Excluir
  4. Dirigir na TRANSFARAGASAN no inverno deve ser super perigoso, ne?! Ainda bem que a estrada fica fechada. Adorei saber um pouco mais sobre a Romênia, na minha próxima ida quero conhecer o país!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiiiimmm.. nem tem como. A estrada congela toda!
      Vá mesmo, vai amar o país! :)

      Excluir
  5. eita mulher corajosa hein, eu ficaria tremendo a cada curva hauehaue meu marido dirigiiu ai e achou a paisagem lidna demais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heheh nada! É só costume!
      Ainda mais com uma paisagem dessas! É realmente demais!

      Excluir
  6. Anônimo3.12.22

    Caesars on line casino is a legendary model that has repeatedly appeared in Hollywood films. As such, it's no surprise gamers can discover big assortment of slots and desk video games. On high of that, you are automatically half of|part of} 메리트카지노 the Caesars Rewards program. Whether it’s signup, welcome, reload, or no deposit bonuses, these advertising presents are often the most reliable way to develop and to build a loyal player base. This kind of bonus is given to the client by the net on line casino website and so they offer only a specific game. Studio expenses, live streaming know-how expenses, and vendor expenses must be accounted for.

    ResponderExcluir

Comente aqui