12

Romênia: Roteiro de Viagem

Renata Campos | 9.10.19 |
Roteiro de Viagem Romênia


Você já pensou em ir pra Romênia? Ou isso nunca nem te passou pela cabeça? Tem alguma ideia dos atrativos do país? Seja qual for a sua resposta, esse post é pra você!!! hehe

Se você nunca tiver cogitado viajar pra Romênia, talvez mude de ideia ao ler esse post! Agora, se você já tem planos de conhecer o país, vai ganhar de presente um roteiro maravilhoso pra desbravar a terra do Conde Drácula! 😉


E aproveita, viu? Porque esse roteiro me deu um trabalhão pra ser feito. Foram dias e mais dias pesquisando os lugares e tentando achar a melhor logística, escolher as cidades, o tempo em cada lugar, o que visitar, onde dormir, por onde começar, como ir de um lugar pro outro, etc e tal. Mas valeu a pena o trabalho porque, olha, modéstia à parte, o roteiro ficou perfeito! 😍

Mas antes de ler o roteiro em si, confere 1º o post Dicas para planejar uma viagem à Romênia. Nele eu conto como chegar no país, qual a moeda, a língua, o fuso horário, como é a infraestrutura, qual a melhor época para viajar... Enfim, o post tem várias dicas para você começar a planejar sua  viagem pra Romênia.


Mas vamos ao que interessa então, né? Ao roteiro de viagem que eu fiz pela Romênia. Já contei nesse post que devido à dificuldade de encaixar tudo o que eu queria ver usando apenas transporte público, acabei resolvendo alugar um carro (mesmo viajando sozinha) pra explorar a região da Transilvânia. E foi a melhor coisa que eu poderia ter feito. Super recomendo que façam o mesmo, se puderem.

A ideia que muita gente faz do país, algo cinza e sombrio (provavelmente por culpa do Drácula rs) é completamente errada! A Romênia é alegre, cheia de vida e super colorida. As cidades da região da Transilvânia são lindinhas, uma mais fofa que a outra. Impossível não se apaixonar por tanta beleza!

Eu fiquei 8 dias na Romênia, sendo 2 dias na capital Bucareste (veja todas as dicas de Bucareste nesse post) e 6 dias rodando de carro pela Transilvânia. Achei o tempo ideal pra conhecer tudo o que queria. Mas acho que um ou dois dias a mais seria o ideal pra conhecer também outros lugares próximos entre uma cidade e outra que eu não tive tempo de conhecer.

Fiz um mapinha com todos os lugares que conheci, as principais atrações de cada um deles, assim como os lugares que fiquei hospedada (só dar zoom e clicar no nome que aparece o link pro hostel). Dá só uma olhada:



BUCARESTE


Comecei minha viagem à Romênia pela capital Bucareste. Cheguei lá de ônibus vindo de Veliko Tarnovo, na Bulgária. Na cidade mesmo, fiz praticamente tudo a pé. É super tranquilo caminhar por lá e o transporte público é barato e eficiente.

A localização do hostel que eu fiquei, o Sleep Inn ajudou muito também, ele era super central. Embora o hostel em si não seja lá dos melhores, mas pelo preço que paguei (€8) não dá pra reclamar muito. Mas ele também não chega a ser ruim também, mas tem outras opções com melhor custo benefício, dei várias dicas de onde ficar em Bucareste nesse post.


Como já escrevi um post contando tudo o que fiz em Bucareste, não faz sentido eu ficar me repetindo aqui. Então, vejam o post Dicas de Bucareste pra conferir todas as dicas de como chegar, onde ficar e o que visitar na cidade.

Roteiro de viagem Romênia
Bucareste, a capital da Romênia.

Na manhã do meu 3º dia, peguei um ônibus (Expresso 783) no centro de Bucareste para o aeroporto para buscar o carro que eu tinha já reservado previamente com a RentalCars.  O processo todo foi bem tranquilo e rapidamente saí de lá rumo à Transilvânia. Paguei 17 euros na diária e achei que valeu muitíssimo a pena.

SINAIA


Minha 1ª parada foi na cidade de Sinaia que fica a pouco mais de 100 km do aeroporto de Bucareste. Cheguei lá mais ou menos na hora do almoço e aproveitei para comer algo e dar uma voltinha a pé pela cidade, que é bem bonitinha. Em seguida visitei o Monastério de Sinaia (entrada gratuita) e também o lindo Castelo de Peles.

Infelizmente não cheguei a tempo de visitar o Castelo por dentro. Mesmo no auge do verão, quando só escurece depois das 21h, o castelo fecha às 16:10. Tem lógica isso? Nenhuma, né? Pois é! Acabei só dando uma volta por fora mesmo, tirei umas fotinhas e segui viagem.

👉 Pra saber mais detalhes do Castelo de Peles, horário de funcionamento, preço e 
como chegar, dá uma olhada nesse post.

Roteiro de Viagem Romênia
O castelo de Peles acima e a cidade de Sinaia e o monastério de mesmo nome, abaixo. 

Quando comecei a planejar o roteiro, minha ideia era ficar hospedada em Sinaia e acredito que até teria sido uma boa opção. Eu tinha pré selecionado o Hotel Rina Cebul, que tem localização excelente, bem no centrinho. Mas outras opções que também considerei foram o Hotel Riviera, a Pensiunea Tranzit Sinaia e a Pension Sinaia - Casa Ta.


PREDEAL

Eu acabei mudando de ideia posteriormente e optei por ficar um pouco mais adiante. Achei que conseguiria visitar o Castelo de Bran, digo, do Drácula nesse mesmo dia e queria ficar um pouco mais próximo de lá. Mas eu estava com muito sono pois tinha passado a noite anterior no hospital (contei nesse post o que rolou e como acionei o meu seguro viagem) e ainda estava tomando um monte de remédios por causa disso.

Fiquei com receio de dirigir assim, desisti do restante da programação e fui embora curtir meu quarto individual com vista da montanha. Fina, né? rs Romênia é um país barato que até rola de fazer essas gracinhas! Paguei € 18 no quarto individual de uma guest house, a Vila Coca em Predeal, uma cidadezinha com localização estratégica entre Sinaia, o Castelo de Bran e Brasov.


Predeal é minúscula, mas tem o suficiente para atender o turista: restaurantes, casa de câmbio, bancos (pra sacar dinheiro se for o caso) e supermercado. Comprei umas coisinhas no mercado e levei pra comer na varanda do meu quarto, que tinha vista para o Parque Natural Bucegi, o meu destino na manhã seguinte.

PARQUE NATURAL BUCEGI

O Parque fica na cidade de Busteni, outro local que estava nos meus planos pra passar a noite anterior. Acabei optando por ficar em Predeal, que fica a uns 15 minutos do Parque única e exclusivamente pelo preço da hospedagem.

Outra opção, teria sido ficar em Sinaia mesmo, que também fica a uns 15 minutos de lá, bom isso sem o trânsito intenso que rola entre as 2 cidades. Na real pode contabilizar o dobro do tempo, ou até mais.

Acredito que ficar em Busteni, a cidade base para visitar a montanha, é também uma excelente opção. Ela é muito mais movimentava e tem mais estrutura do que Predeal. A Vila Lavinia e a Casa Mina, ambos com vista pra montanha, foram 2 lugares que eu havia selecionado pra ficar em Busteni.


Independente do lugar, o que eu queria era ficar hospedada próxima do Parque pra tentar chegar cedo no teleférico (telecabina, em romeno) que leva até o topo da montanha e evitar as filas de 2 horas que eu tinha ouvido falar. Deu mais ou menos certo.

Não cheguei tão cedo porque quando acordei estava chovendo. Aí desisti de ir lá e voltei a dormir. Quando acordei novamente estava um céu azul com sol, vai entender! Só aí fui me arrumar pra sair. Cheguei lá umas 9:30 da manhã e esperei pouco menos de 1 hora na fila.

O ticket de ida e volta custa 35 lei (uns 33 reais em julho de 2019) e o percurso dura menos de 15 minutos. Eu queria ter feito umas trilhas lá no topo da montanha, mas enquanto eu esperava na fila, o tempo fechou novamente.

Roteiro de Viagem Romênia
Parque Natural Bucegi, em Busteni. 

Quando cheguei lá em cima, as nuvens e a neblina tomavam conta de tudo. Essa falta de visibilidade aliada com o cansaço que eu estava me fizeram desistir da trilha (na verdade, acho que eu tava era "chapada" dos remédios que estava tomando pelo incidente com a aranha).

Caminhei um tempo lá por cima, vendo as formações rochosas super diferentes que, dizem, foram esculpidas pelo vento e desci novamente. No meio do caminho, começou a chover! Dei sorte de já estar dentro do teleférico nessa hora! hehe

RASNOV

Depois de descer da montanha, peguei o carro novamente em direção a Rasnov, uma cidadezinha fofinha, toda coloridinha, que fica a caminho de Bran, a cidade do Castelo de Drácula.

Como comentei, nos meus planos inciais eu teria visitado as 2 cidades no dia anterior, mas me enrolei com os horários e o cansaço (e o mal estar dos remédios) não permitiram. Como fiquei bem menos tempo do que eu imaginava no Parque Bucegi, tive a tarde toda livre pra visitar os lugares que não tinha conseguido no dia anterior.

Em Rasnov, o tempo estava firme e eu cheguei até a almoçar ao ar livre. Dei umas voltinhas na cidade, que é bem pequena e não tem assim tanta coisa pra ver além das ruas bonitinhas com construções coloridas. Passei um tempo lá e segui em direção a Bran para visitar o famoso Castelo do Drácula.


Roteiro de Viagem Romênia
Rasnov, Romênia

BRAN

Cheguei em Bran, a cidade que dá nome ao Castelo de Bran, conhecido popularmente como Castelo de Drácula, debaixo de chuva. Fiquei um pouco dentro do carro enrolando pra ver se a chuva melhorava, mas ela só piorava. Aí botei minha capa de chuva e decidi ir assim mesmo. Enrolei mais um pouco nas lojinhas e barraquinhas de comida no entorno do Castelo e, como a chuva não diminuía, segui pro Castelo.

Apesar de ter bastante gente circulando por lá, a bilheteria estava vazia e eu acabei passando batido por ela. Só chegando lá em cima no Castelo é que descobri que tinha que ter comprado o ticket lá embaixo. E a preguiça de voltar tudo de novo? Eu já estava encharcada e incomodada com a chuva. Resolvi que não iria visitar o Castelo. Já tinha lido que ele não é lá grandes coisas por dentro. E, de quebra, economizei 40 lei, que é o preço da entrada no castelo.

👉 Nesse post aqui: O Castelo de Drácula, eu falei mais sobre o Castelo e sobre
as lendas ligadas ao Conde Drácula. Dá uma olhada lá 😉

Roteiro de Viagem Romênia
Castelo de Bran, digo, do Drácula

Inicialmente eu não tinha cogitado ficar hospedada na cidade de Bran, que dá nome ao castelo, mas hoje vejo que essa poderia ter sido uma boa ideia. Assim, eu teria a oportunidade de ver o castelo sem chuva no dia seguinte.

Cabana Sabrina, a Pensiunea Eugenia e Pensiunea Ilaria são opções que caberiam no meu bolso (algo em torno de 20 euros o quarto). Agora, caso você queira investir um pouco mais e desfrutar de um lugar com vista pro Castelo do Drácula, o Hotel Transylvania Inn, a Pension Muntele Rece e, principalmente, o Hotel Conacul Torzburg serão ótimas escolhas.


Mas ao invés de ficar em Bran, segui viagem pra Brasov, onde eu já tinha reservado previamente as 2 próximas noites.

BRASOV


Cheguei em Brasov e não tinha nem sinal de chuva, o dia estava lindo e eu já me apaixonei de cara pela cidade. Muito fofa! Como cheguei já no fim da tarde, fiquei só rodando ali pelas imediações da fofa Piața Sfatului, a praça principal da cidade, que é uma graça.

Jantei por lá mesmo em um dos vários restaurantes do entorno, são todos uma graça e fica até difícil escolher entre tantas opções. Ainda dei umas voltas na cidade à noite, mas logo fui embora dormir cedo. Fiquei hospedada no Boemia Hostel um hostel bem pequeno, mas super arrumadinho e com ótima localização.


O dia seguinte foi todo dedicado à Brasov. Nem peguei o carro esse dia, fiquei só curtindo a cidade mesmo. Nesse post Brasov, a porta de entrada na Transilvânia, eu conto tudo o que fiz por lá!

Roteiro de Viagem Romênia
Brasov, Romênia

No outro dia pela manhã, segui viagem para Sighisoara. Mas, antes passei em alguns lugares que estavam no meu caminho.

CITATEA RUPEA


Minha 1ª parada foi na Citatea Rupea (Rupea Citadel, em inglês) a cerca de 65km de Brasov. Esse é um dos sítios arqueológicos mais antigos da Romênia, com achados da presença humana de mais de 3500 anos antes de Cristo. Porém, o 1º documento que atesta a existência da cidadela é de 1324, quando fui usada como forte de defesa pelos saxões.

Depois disso ela já passou por várias coisas, já foi praticamente destruída, ficou anos abandonada e já quase foi demolida! Mas, para nossa alegria, nada disso aconteceu e ela foi totalmente restaurada recentemente! A própria visita ao lugar nos mostra isso.

É possível encontrar resquícios de várias épocas diferentes lá. E o melhor, várias placas e informações em inglês... É, porque muitos dos lugares que visitei no país só tinham informação em romeno mesmo.

Roteiro de Viagem Romênia
Citatea Rupea. Romênia

E esse foi um lugar que me surpreendeu bastante. Eu não tinha visto foto direito dele e quando cheguei fiquei surpresa com a beleza. Aliás, bem antes de chegar já é possível ver a cidadela da estrada, no alto do morro. Lindíssima! A entrada custa 10 lei (uns 9 reais em julho/2019). Vale muito a pena!

VISCRI


A parada seguinte foi Viscri, uma vila saxã que fica a apenas 15 km da Citatea Rupea. Assim que cheguei lá pensei em estar entrando numa cidadezinha do interior de Minas! Me senti logo em casa! hehe A vila é uma paz que só. Tem menos de 60 habitantes que se espalham em casinhas coloridas super charmosas.

Mas a grande atração do lugar é sua igreja fortificada, que é Patrimônio Mundial da Unesco. Por ser toda cercada por muros, olhando de longe, a igreja tem um jeitão de castelo! É num estilo totalmente diferente das igrejas ortodoxas da Romênia.

A igreja começou a ser construída no ano de 1100. Mas suas torres, de onde se tem uma vista bonita da vila, só foram construídas 4 séculos depois! Vale super a visita. A entrada custa 10 lei. Mas antes vale uma observação: Eu não tenho problema nenhum com lugares apertados, nem escuros, nem com altura. Mas caso seja o seu caso, sugiro cautela ao subir a torre.

O lugar não está lá muito bem preservado, achei tudo muito apertadinho, tanto de altura quando de largura. Existem algumas tábuas soltas e quebradas, escadas sem corrimão, corredores escuros. Existe até uma placa dentro da igreja dizendo que a subida é por sua conta e risco.

Roteiro de Viagem Romênia
A vila de Viscri e sua igreja fortificada

Como eu falei, pra mim não foi um problema. Mas vi gente que desistiu e outros que quase se machucaram. Eu mesma quebrei meu óculos de sol (que estava na minha cabeça) quando bati a cabeça algum lugar desses de teto baixinho rs.

Outros 15 km à frente fica Crit, outra vila saxã com casinhas coloridas e ares de interior. Dei só uma passada rápida por lá e segui viagem para Sighisoara, onde cheguei cerca de meia hora depois.

roteiro de viagem Romênia
O vilarejo de Cri, na Romênia


SIGHISOARA


Sighisoara é conhecida por ser a cidade onde o Conde Drácula nasceu. Mas muito além disso, a cidade é dona de uma beleza ímpar que, por si só, merece uma visita. A arquitetura medieval, as ruas de paralelepípedos e as casas coloridas dão um ar todo especial ao lugar.

O centro histórico é pequeno e possível de ser conhecido em apenas um dia. Como já contei acima, sai de Brasov, fiz algumas paradas no caminho e cheguei em Sighisoara umas 2h da tarde. Deixei o carro na garagem da pousada que fiquei (a ótima Cosbuc Residence) e saí pra conhecer a cidade.


Uma das vantagens de viajar no verão é que o dia rende, já que o sol se põe super tarde. Portanto, mesmo chegando na cidade no início da tarde, eu tive tempo de sobra de conhecer tudo o que eu queria, sem correria!

👉 No post Sighisoara: a cidade onde o Conde Drácula nasceu eu conto tudo o que fiz
na cidade, como cheguei lá, onde fiquei hospedada, além de outras dicas. Confira!

Roteiro de Viagem Romênia
Sighisoara. Romênia

BIERTAN E MEDIAS


No dia seguinte pela manhã peguei estrada novamente em direção à Sibiu. Mas, fiz um pequeno desvio no caminho para conhecer Biertan, uma vila medieval que tem uma igreja fortificada que é Patrimônio Mundial da Unesco.

A igreja foi construída no século XVI e está bem preservada, é bonita e tal. Mas o que me chamou mais atenção foi uma sala que fica bem ao lado da igreja, que era usada como prisão conjugal. Isso mesmo! Durante muitos anos, séculos na verdade, casais que tinham problemas no relacionamento, passavam semanas, e até meses, presos para tentarem se reconciliar. E dizem que dava certo! Peeensa? 😅

Ah, a entrada para a área da igreja fortificada custa 10 lei (± 9 reais). E além da igreja, conheci bem pouco da vila, basicamente apenas a praça principal e umas ruazinhas do entorno. Mas Biertan é pequenininha mesmo.

Roteiro de Viagem Romênia
Biertan, Romênia

Saí de Biertan e segui viagem por mais 28km até Medias, mais uma cidade romena bonitinha e cheia casas coloridas. E tem cidade feia na Romênia, gente? Acho difícil, viu? hehe Bom, Medias não tem nenhum atrativo turístico mais importante, mas a cidade é uma graça (e qual cidade romena não é? rs). Estacionei o carro na praça principal e saí caminhando sem rumo pela cidade.

Roteiro de Viagem Romênia
Medias, Romênia


SIBIU


Cheguei em Sibiu no comecinho da tarde e tive tempo de sobra pra conhecer toda a cidade. Quer dizer, toda a parte histórica da cidade medieval. Afinal de contas, Sibiu é uma cidade grande, em termos de Romênia, pelo menos. Ela é a maior cidade da Transilvânia, não que isso signifique que ela seja realmente grande, são cerca de 170 mil habitantes, mas ela tem até aeroporto.

Sibiu foi uma grata surpresa pra mim. Não estava esperando muito coisa, mas achei a cidade linda demais! Super fotogênica, uma graça! Vale muitíssimo a pena bater perna sem rumo por Sibiu e ir descobrindo a cidade aos poucos.

roteiro de viagem Romênia
Sibiu, Romênia

Muita gente faz apenas um bate e volta de Sighosoara, que está mais ou menos 100km de Sibiu ou mesmo de Brasov, que está um pouco mais distante, a 170 km de lá. Mas eu sugiro que você fique ao menos 1 noite em Sibiu, para curtí-la com a calma que ela merece.

Dessa vez, fiquei hospedada novamente num hoste, o B13 Hostel, que é um dos únicos da cidade, tem estrutura bem boa e localização melhor ainda. Nesse post aqui eu falo um pouco mais sobre esse hostel, além de outras opções de pousadas, hotéis e apartamentos em Sibiu.


Eu já escrevi dicas do que fazer em Sibiu no post Sibiu, uma graça de cidade na Transilvânia. Então, dá uma lida lá pra saber um pouco mais sobre a cidade!


TRANSFARAGASAN


Esse, com certeza, foi um dos pontos altos dessa road trip! Dirigir (sozinha) pela Transfaragasan, eleita uma das melhores estradas do mundo do mundo para dirigir, era uma das coisas mais esperadas por mim nessa viagem! E foi realmente sensacional! Até superou minhas expectativas!

A Transfaragasan tem pouco mais de 90 km e liga a cidade de Pitesti (próximo à Curtea de Arges) à Sibiu. Eu fiz o caminho inverso. Comecei em Sibiu, onde tinha passado a noite anterior, e fui até Curtea de Arges, ou melhor, fui até Bucareste, onde finalizei minha viagem de carro pela Romênia.

Levei um dia inteirinho pra fazer esse trajeto. Não exatamente pela distância (são 320 km) mas pelas curvas, o que acaba diminuindo bastante a velocidade e, principalmente, pela beleza da estrada. Nem sei quantas mil vezes eu parei pra tirar fotos e curtir os atrativos ao longo do caminho.

Nesse post Dirigindo sozinha na Transfagarasan eu conto todos os detalhes dessa estrada incrível, sua história, os principais pontos de interesse, o período de abertura, melhor época para ir e muito mais!

roteiro de viagem Romênia
Dirigindo na belíssima estrada Transfaragasan, na Romênia

Como comentei acima, eu finalizei minha viagem em Bucareste novamente. Mas, dessa vez, eu nem fiz nada na cidade não. Cheguei na cidade por volta das 8h da noite e fui embora no outro dia cedinho.

Como eu iria só passar a noite mesmo mesmo, reservei um hotel próximo ao aeroporto, mas não recomendo o lugar que fiquei. No post O que fazer em Bucareste eu explico meus motivos e dou várias outras opções melhores do que a eu fiquei. Confere lá!

E assim, finalizei minha viagem de 8 dias pela Romênia, país lindo que me surpreendeu positivamente. Recomendo fortemente que vocês considerem incluí-lo no roteiro da sua próxima viagem à Europa. Garanto que não irão se arrepender!

➤ Saiba mais sobre a Romênia aqui: www.revivendoviagens/romenia


Já segue o blog no Instagram? Vai lá então: @revivendoviagens
Tá cheio de fotos lindas da Romênia lá! É só procurar pela hashtag #RêVivendoaRomênia

--
Tá indo viajar? 


➥ Reserve sua hospedagem pelo Booking, o maior portal de hospedagem do Brasil. Garanta já o melhor preço e vários descontos. É rápido, fácil e seguro!



➥ Não se esqueça de fazer seu seguro viagem. A Real Seguros trabalha com as melhores seguradoras do país. Compare e escolha a melhor opção pra você. Viaje sem correr riscos!

Seguro viagem europa 728x90

➥ E se for alugar um carro, use o serviço da nossa parceira Rental Cars que compara preços e carros de várias locadoras no mundo todo!



✔ Você não paga nada a mais por nada disso, pelo contrário, economiza conseguindo os melhores preços e descontos! E ainda ajuda esse blog a se manter!! ✌

12 comentários :

  1. Que post mais maravilhoso Rê.. estive somente uma vez na Romênia e necessito retornar. Amei Sinaia pelas fotos.. já quero conhecer. =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinaia é fofa mesmo. Aliás, que cidade da Transilvânia não é? hehe

      Excluir
  2. achei super completo o seu roteiro na romenia, deu pra experimentar um cantinho de cada lado do pais! confesso q a transilvania me atrai bastante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deu sim! Transilvânia é muito show! Voltei apaixonada!

      Excluir
  3. Que delícia de post. Respondendo à pergunta inicial do post, já pensei an Romênia sim, mas só Bucarest, agora que vi o que o país tem a mais fiquei encantada e louca para ir além com certeza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que ótimo. Bucareste é legal, mas a Transilvânia é shoooow!

      Excluir
  4. Comecei a pensar em ir para a Romênia após minha última ida a Europa, pois trabalhei com um rapaz de lá e ele me mostrou fotos bem legais. Após ler seu post com o roteiro de viagem fiquei mais certa de que quero conhecer o destino.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh que legal. Certeza que vai amar a Romênia!

      Excluir
  5. Oi, Renata. Tudo bem? :)

    Seu post foi selecionado para o #linkódromo, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia – Natalie

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Natalie, tudo ótimo!
      Que bom, fico sempre muito honrada de participar do linkódromo!
      Obrigada

      Excluir
  6. É um roteiro com o tempo muito bem aproveitado, parabéns. Tendo mais alguns dias, recomendo muito conhecer os mosteiros da região de Bucovina - foi das minhas regiões favoritas no país.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah jura? Que legal! Bom, quem sabe numa próxima!?
      A Romênia tem muitas opções a serem exploradas ainda! :)

      Excluir

Comente aqui