3

RêVivendo Morro de São Paulo - Bahia.

Renata Campos | 5.4.14 |


Já falei outras vezes aqui que eu AMO a Bahia, né? Tanto que, vira e mexe, lá estou eu de novo viajando pra terrinha. Já fui 3 vezes pra Morro de São Paulo e, não, não me cansei, ainda pretendo voltar quando possível. A ilha é um lugar democrático, que agrada a todos, quem procura diversão ou descanso. É bem verdade que, na alta estação, os jovens/adolescentes tomam conta do lugar em busca de diversão. Mas é possível encontrar pessoas de todas as idades e com interesses diferentes também. 

Nas minhas três idas a Morro, aproveitei a ilha de maneiras totalmente diferentes. Na primeira vez, no reveillon de 2003/2004, fui com uma turma de 8 pessoas. Como ninguém conhecia o lugar, nos dedicamos principalmente a explorar a ilha e seu entorno, fizemos todos os passeios possíveis e conhecemos todos os lugares e todas as praias. E, com 10 anos a menos e disposição em dobro, ainda curtimos a noite na vila também. Na segunda vez, em 2009, fui com 2 amigas no esquema de balada até de manhã, dormir até a hora do almoço e curtir praia até o sol se por. Já nessa última vez, agora em janeiro (2014), a história já foi diferente. Viajei só com uma amiga e nós ficávamos na praia o dia inteiro e nossa noite se resumia apenas aos barzinhos da praia e da vila mesmo. Na hora que a balada estava começando, lá pela 1h ou 2hs da manhã, a gente já estava indo embora. Deu pra perceber então que dá pra aproveitar Morro de São Paulo de maneiras bem diferentes, né? 

Bora pra Morro de São Paulo então?

Pra isso, a primeira coisa que você tem definir é como vai chegar lá! A ilha fica próxima a Salvador e dá pra ir de avião, de catamarã, de lancha, de carro + barco ou de ferry boat + ônibus/carro + barco. Nesse post eu expliquei direitinho cada uma dessas opções, dá só uma olhada: Como chegar em Morro de São Paulo?

Caso você ainda não saiba, não existem carros em Morro de São Paulo. Você terá que fazer tudo a pé mesmo. Deixe a preguiça pra lá e não se preocupe, a ilha é pequena e tudo é relativamente perto! Só que, como o nome já diz, a vila fica em cima de um morro. Prepare-se então pra malhar as panturrilhas.. rs

A não ser que você vá de avião (que desce na 3ª praia), você chegará na ilha pelo Porto. Então, logo de cara, você terá que subir um morro do Porto até a vila. E, caso esteja hospedado em alguma das praias, terá que descer outro morro até lá também. Tudo isso carregando uma mala ou mochila. Mas quem não tiver disposição, força ou ânimo pra isso, dá pra contratar um táxi! Logicamente não é um táxi de carro, mas sim de carrinho de mão!! E eles tem até placa!! rs

Táxi em Morro de São Paulo é assim

Então, se quiser ajuda pra levar sua mala até sua pousada/hotel/hostel/casa, contrate um desses táxis. É tudo bem organizado e (quase) todos os "taxistas" fazem parte de uma associação e estão devidamente uniformizados e identificados com um crachá. O preço da "corrida" é dado pelo número de malas e pela cara do turista. Portanto, vale a pena pechinchar, mas não vale negociar com alguém de fora da organização. Pois, pra alguém sumir com sua mala, não custa! Isso com aconteceu com meu amigo na minha primeira ida a Morro. O cara saiu correndo com a mala no carrinho, subiu o morro correndo e sumiu pelas ruazinhas da vila. Mas depois de feito o B.O. e com a ajuda de quem viu o acontecido e conhecia o sujeito, conseguimos recuperar a mala. Então, melhor ficar esperto! 

Mas antes de tudo isso, pra entrar na ilha, você terá que pagar uma taxa de R$15,00. Essa taxa tem o objetivo "de assegurar a manutenção das condições ambientais e ecológicas de Morro de São Paulo, pois o balneário está localizado em uma Área de Proteção Ambiental (APA)". A taxa é única e independe do número de dias que você ficará lá! Só não esqueça de guardar o papel, caso você faça algum passeio fora da ilha, terá que apresentá-lo quando voltar.

Taxa de entrada em Morro de São Paulo

Pra pagar a taxa, assim que você desembarcar e passar pelo primeiro portal (foto abaixo), logo à esquerda, você encontrará o SAT - Serviço de Atendimento ao Turista. Lá você também pode ter informações sobre Morro, num pequeno centro de visitantes que tem ao lado e também adquirir um mapa da ilha.


Depois disso, você terá que subir o tal morro pra chegar na vila. Depois de passar pelo segundo portal, você chegará na praça Aureliano Lima, a principal da vila. A praça é o ponto central da ilha, de lá você desce para as praias, sobe para o farol e também vai para os outros bairros da vila. No mapa abaixo dá pra você ter uma ideia de como é Morro de São Paulo. E, a partir disso, (tentar) escolher onde é melhor se hospedar, na vila ou nas praias. Falei sobre isso nesse post aqui: Onde ficar em Morro de São Paulo?

Mapa de Morro de São Paulo

Outra coisa que é importante saber: em Morro de São Paulo não existe bancos. Mas há caixas eletrônicos do Banco do Brasil e Bradesco e também uma lotérica onde é possível sacar dinheiro da Caixa Econômica e do Banco do Brasil. De toda forma, não é bom confiar muito, pois os caixas costumam ficar sem dinheiro na alta temporada, principalmente nos finais de semana. A maioria dos lugares aceita cartão, mas não são todos. Em último caso, dá pra tentar “sacar” dinheiro através do cartão de crédito mas, claro, será cobrada uma porcentagem pelo serviço, geralmente 10% do valor sacado.

As praias de Morro de São Paulo são lindas, tem um azul esverdeado maravilhoso! Existem desde praias agitadíssimas, até aquelas praticamente desertas. As praias principais de Morro são denominadas por números à medida que aparecem a partir da vila, portanto temos a primeira, segunda, terceira e quarta praias. Existem ainda outras praias menos frequentadas, mas também lindíssimas! No As praias de Morro de São Paulo, eu falo detalhadamente de cada uma delas. Dá uma olhada lá e escolha a(s) sua(s) predileta(s).

Mas nem só de belas praias vive morro de São Paulo. Existem outras opções de passeio por lá e muita diversão também.

Pra começar, o por do sol não pode ser visto das praias da vila. Ele se põe do outro lado da ilha. Portanto, quem quiser assistir a esse espetáculo da natureza (que em Morro é uma atração a parte) terá que ir embora das praias um pouco mais cedo. Eu, particularmente, sou daquelas que só vai embora da praia quando o sol também vai, mas em Morro eu abro uma exceção a essa "regra". Lugares pra apreciar o sol se pondo não faltam, mas o meu predileto é a Toca do Morcego. Aliás, esse lugar é um dos motivos - além das praias, claro - que me fazem querer sempre voltar a Morro.

A Toca do Morcego tem posição privilegiadíssima! Lá você pode assistir ao por do sol de camarote, confortavelmente sentado numa mesinha, num grande banco com almofadas, numa esteira de palha no chão ou nas muretas mesmo. O lugar é uma delícia, o clima é super descontraído e a música é de primeira! Lounge e house no início e, depois que o sol se põe, rola um showzinho com músicas variadas, tem mpb, samba, rock, reggae, etc. Muito bom! Melhor ainda acompanhado de uma caipiroska de manga - que eu conheci lá e virei fã número 1!!!

Morro de São Paulo
Morro de São Paulo
Morro de São Paulo
Morro de São Paulo
Morro de São Paulo
O pôr do sol na Toca do Morcego é mais ou menos assim! Apaixonante, não? 

A entrada custa 10 reais. E, ao contrário do que muitos falam por aí, você não está pagando 10 reais "só" pra assistir ao pôr do sol, coisa que você poderia fazer de graça em outro lugar, claro! Você está pagando pelo "pacote" todo: a vista, a boa música, o clima do lugar, o povo bonito...
Enfim, garanto que o investimento vale muitíssimo a pena! 

A Toca do Morcego também é a "dona" das noites de sexta-feira. É, porque em Morro de São rola um combinado entre os bares e as festas têm dia certo pra acontecer. Funciona mais ou menos assim: sexta (e domingo na alta temporada) rola festa na Toca do Morcego. Sábado é dia de balada pesada na Pulsar, que fica no caminho do forte. A festa dura até de manhã e quem durar até o fim será presenteado com uma vista liiiinda do amanhecer. Pra esses dois lugares, o ideal é comprar ingresso antecipadamente porque, além de geralmente ser mais barato, corre-se o risco de acabar, especialmente na alta temporada. 

Quarta-feira rola o Teatro no Morro. O teatro em si (que pode ser teatro mesmo ou dança, capoeira, música, etc) começa por volta das 9h da noite. Aí, depois, rola música eletrônica com dj. O teatro fica no bairro Mangaba, pra chegar lá a partir da vila é preciso subir exatos 188 degraus! Por isso, muita gente acaba desistindo de ir, mas a festa é muito legal e vale a pena! E por fim, nas segundas e quintas, rola a festa mais tradicional da ilha, o Luau na segunda praia, onde coloridas e apetitosas barraquinhas de caipifrutas dão o tom da festa. O som varia do axé à música eletrônica e, na alta temporada, rola até um palco com música ao vivo. E na terça-feira? Bom, na terça - assim como em qualquer outro dia da semana - você pode aproveitar pra dar uma voltinha pela vila e fazer umas comprinhas nas lojinhas e na feirinha de artesanato da Praça Aureliano Lima. Mas se quiser um pouco mais de agito, escolha algum restaurante e/ou bar da vila ou das praias, muitos têm música ao vivo ou som eletrônico. 

Além das praias e das baladas, Morro de São Paulo também tem outros atrativos. Um dos mais conhecidos é a tirolesa. Considerada a maior do Brasil, ela começa próximo ao também famoso Farol e termina na 1ª Praia. Pra quem gosta de adrenalina é uma ótima e inesquecível experiência! Desci na 1ª vez que fui a Morro e amei! Ao contrário do que aparenta, a descida é super tranquila! Dá um medinho só na hora de sair mesmo, mas depois é muito de boa. Vale a pena demais!! Mas, mesmo pros menos corajosos, vale a pena subir até a tirolesa nem que seja pra apreciar a vista lá de cima, que é lindíssima!

No mirante da Tirolesa. Vista lindíssima!
Lá de cima da tirolesa dá pra ver todas as 4 principais praias de Morro de São Paulo! 
Tirolesa (e o farol lá atrás) vista da 1a praia.

Além de tudo isso, quem a vai a Morro de São Paulo também costuma visitar a ilha vizinha de Boipeba. Todos os dias saem passeios de bate e volta para lá. E, apesar de ter feito esse passeio nas 2 primeiras vezes que fui a Morro, não acho que essa seja a melhor maneira de conhecer Boipeba. Afinal de contas, não dá pra dizer que realmente se conhece um lugar num bate e volta, né? Por isso, nessa minha última viagem, resolvi ficar 4 dias Boipeba! E aí sim, conheci outra Boipeba. Ou melhor, conheci Boipeba de verdade!  

Ilha de Boipeba
Ilha de Boipeba
Boipeba


Pra saber mais sobre Morro de São Paulo, leia também:
Como chegar a Morro de São Paulo?
Onde ficar em Morro de São Paulo?
As praias de Morro de São Paulo
--
Tá indo viajar? 

➥ Reserve sua hospedagem pelo Booking, o maior portal de hospedagem do Brasil. Garanta já o melhor preço e vários descontos. É rápido, fácil e seguro!




➥ Não se esqueça de fazer seu seguro viagem. A Real Seguros trabalha com as melhores seguradoras do país. Compare e escolha a melhor opção pra você. Viaje sem correr riscos!

Seguro viagem brasil 728x90

➥ E se for alugar um carro, use o serviço da nossa parceira Rental Cars que compara preços e carros de várias locadoras no mundo todo!




✔ Você não paga nada a mais por nada disso, pelo contrário, economiza conseguindo os melhores preços e descontos! E ainda ajuda esse blog a se manter!! ✌

3 comentários :

  1. também estive lá em janeiro , realmente morro é apaixonante , assim que der estarei lá novamente ,
    super curti seu blog.
    beijos
    kely
    http://viveremtribo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu fui pra morro tem um mês e achei muito incrível! suas dicas são ótimas! eu inclusive escrevi um post sobre http://episodiosdehoje.com/ferias-em-morro-de-sao-paulo/

    ResponderExcluir
  3. Eu fui pra morro tem um mês e achei muito incrível! suas dicas são ótimas! eu inclusive escrevi um post sobre http://episodiosdehoje.com/ferias-em-morro-de-sao-paulo/

    ResponderExcluir

Comente aqui