27

Dicas básicas para planejar uma viagem a Fernando de Noronha

Renata Campos | 18.12.15 |
Tudo o que você precisa saber para viajar para Fernando de Noronha


Preparando uma viagem para Fernando de Noronha? Então você precisa ler esse post!! Aqui tem tudo todas as dicas básicas para você planejar uma viagem perfeita para Fernando de Noronha!



Passagens Aéreas

Como você já deve saber, Fernando de Noronha é uma ilha. E fica a mais ou menos mil quilômetros de distância do continente. Distância considerável, não é? Portanto, pra chegar lá só mesmo indo de avião. Quer dizer, até dá pra ir pelo mar também, claro, mas não existe uma linha comercial! Apenas 2 cias aéreas, a Azul e a Gol, fazem o transporte de passageiros de e para Noronha. Os voos saem de Recife e de Natal apenas! E, infelizmente, costumam ser bem caros, mas bem caros mesmo! 

Dicas para viajar para Fernando de Noronha
Distância da ilha de Fernando de Noronha em relação ao continente

Voo barato pra Noronha? Difícil! Só mesmo quando rola uma promoção!! Fora isso, os preços costumam passar - às vezes muito - dos 2 mil reais! Dá pra achar mais barato? Até dá! Eu mesma comprei passagens de ida e volta saindo de Belo Horizonte por menos de R$1.000,00!! E não foi promoção não, acho que foi sorte mesmo. Sorte, antecedência e flexibilidade de datas

Comprei as passagens em março para viajar em outubro (2015), ou seja, com 7 meses de antecedência! Uns 3 meses depois, quando uma amiga foi olhar passagem para as mesmas datas, o preço já tinha triplicado! Eu só tinha uma semana específica de folga em outubro, então minhas datas nem eram tão flexíveis assim. Mas a minha ideia era ir num sábado e voltar no outro, ou mesmo no domingo. Só que os preços para essa datas estava absurdo! O que eu fiz? Analisei outras datas próximas e, ao invés de viajar no sábado, eu viajei na segunda-feira! A diferença de preço era absurda (coisa de duas até CINCO vezes maior). "Perdi" 2 dias de viagem, mas pelo menos consegui um preço bom! Caso contrário, eu nem teria viajado! 

Portanto, pesquise muito! E pesquise várias datas! E faça isso o quanto antes! Também fique de olho nas promoções... vai que você tem sorte!?

Passagem comprada? Fique atento na hora de selecionar seu assento, escolha as poltronas do lado esquerdo do avião. E não desgrude o olho da janelinha quando estiver chegando. A vista é espetacular!!

Dicas básicas para viajar a Fernando de Noronha
Taí: a vista que se da janela ESQUERDA quando o avião está chegando em Noronha. Vai perder? 
Dicas básicas para viajar a Fernando de Noronha
Eu viajei com 2 amigas e pra não dar "briga" pela vista todo mundo foi na janelinha! rs

Taxas


Noronha é um destino caro. E fica ainda mais caro com as taxas obrigatórias para entrar na ilha. É... tá achando que é só comprar passagem e chegar lá? Que nada! Tem que pagar taxa pra entrar! Taxas, na verdade, no plural! E se não pagar não entra, simples assim!

Mas que taxas são essas?

A 1ª delas é a Taxa de Preservação Ambiental que é cobrada por dia! Portanto, você terá que desembolsar R$51,47 por cada dia que for ficar lá (mas há rumores que a taxa terá um aumento de 20%). Por exemplo, eu fiquei 5 dias, então tive que pagar R$251,86 no total. Mas depois do 5° dia até o 10° existe um descontinho em cada dia. Só que a partir do 11° dia o valor da taxa já aumenta consideravelmente a cada dia. Pensando assim, na verdade, a diária de R$51,47 só é válida pros 5 primeiros dias, depois disso ela pode ser menor ou muito maior. Ficou confuso? Nesse site você pode ver todos os valores já calculados dia a dia.

A Taxa Ambiental pode ser paga antecipadamente pela internet, através desse link. Aí na hora que você chegar no aeroporto é só mostrar os recibos e pronto! Mas se preferir, pode deixar pra pagar essa taxa lá na hora também. A diferença é que isso pode levar um tempo a mais, já que você terá que preencher um formulário lá na hora. Sem falar que a fila de quem não pagou também costuma ser maior do que a de quem pagou! Mas pagando antes ou na hora, não se esqueça de guardar o papel carimbado que eles te darão pois você terá que apresentá-lo no aeroporto na hora de ir embora pra eles conferirem se realmente você está indo no dia "certo".

A outra taxa a ser paga na verdade não é bem uma taxa, mas sim o ingresso do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha, que custa R$89,00!! Caro né? É, mas também há rumores que vai aumentar. Menos mal que esse valor é único e válido para 10 dias!

Ao contrário da taxa de preservação ambiental que é obrigatória, o ingresso pro Parque Nacional não é. Bem, obrigatório não é, mas quem seria louco de ir à Noronha e não conhecer aquela que foi eleita a praia mais bonita do MUNDO pelos leitores do site TripAdvisor? Isso mesmo, pra entrar na Praia do Sancho - e também na Praia do Sueste, além das piscinas da Atalaia e do Morro São José - você vai precisar do ingresso do Parque! Ou seja, não tem como fugir!

Você pode comprar o ingresso antecipadamente pela internet através desse link, ou então lá na hora mesmo! Nesse caso, o pagamento não é feito no aeroporto mas sim em algum dos quiosques do ICMBio (o povo ainda chama de IBAMA até hoje, mas o Instituto Chico Mendes - ICMBio já existe desde 2007, quando o IBAMA foi desmembrado, lembram? E ele é que é o responsável pelo gerenciamento dos Parques Nacionais do país). Mas mesmo que você tenha comprado o ingresso pela internet, terá que ir num quiosque do ICMBio (na praça Flamboyat mesmo tem um) para mostrar o voucher, tirar uma foto e fazer uma carteirinha que deverá ser apresentada para entrar nos locais que citei acima. 

Dicas básicas para viajar a Fernando de Noronha
A Carteirinha, que na verdade é o ingresso do Parque Nacional Marinho

Mas então, qual a vantagem de comprar o ingresso do Parque antes se, de qualquer maneira, é preciso ir num quiosque do ICMBio? É que se você quiser fazer alguma trilha, será preciso agendar com antecedência. E como essas trilhas são super disputadas e as vagas são limitadas, se você deixar pra última hora (leia: quando chegar lá), corre o risco de não conseguir vaga. Mas se você comprar o ingresso com antecedência, poderá enviar o voucher para alguém da ilha (tipo o guia que irá contratar para fazer as trilhas) e ele vai lá no ICMBio fazer o agendamento com a devida antecedência! A agenda para as trilhas é aberta 10 dias antes.

Agora, se você não pretende fazer nenhuma trilha, então pode deixar pra comprar o ingresso lá na hora mesmo, tanto faz! Mas se eu fosse você não desistiria das trilhas antes de ler esses dois posts não:


Hospedagem

Taí outro item que costuma ser caro em Fernando de Noronha, a hospedagem! (Aliás, se existe algo barato por lá eu desconheço! rs). Maaaas, como eu já mostrei no post Dicas de hospedagem em Fernando de Noronha, existem opções bem acessíveis também! Eu me hospedei na Pousada da Germana, que não é das mais baratinhas, mas está bem longe dos preços surreais cobrados por muitas pousadas da ilha, além de ter um excelente custo x benefício!

☛ Veja outras opções de hospedagem em Fernando de Noronha aqui.

Noronha é pequena mas nem por isso você pode se descuidar da localização e achar que tudo é perto e tanto faz. Não é bem assim. O melhor lugar para você se hospedar em Fernando de Noronha é na Vila dos Remédios que é o "centrinho" da ilha. Lá você pode ir aos melhores restaurantes e bares e também às praias centrais caminhando. Tanto de dia como à noite. É super tranquilo. Mas se você ficar mais afastado, terá que depender de táxi, ônibus ou caminhar bastante! Portanto, pesquise direitinho a localização da sua pousada antes de ir. Se você for fazer sua reserva pelo Booking.com, ele disponibiliza um mapa de localização das hospedagens, o que é ótimo para você se guiar. Se tiver dúvida dá uma lida nesse post: Vai viajar? Que tal usar o Booking.com?

Transporte

A ilha de Fernando de Noronha é bem pequena, tem apenas 26 km². Na verdade, esse é o tamanho de todo o arquipélago, que é formado outras 20 ilhotas, além da principal. E como toda ilha, é cercada de mar - e no caso de Noronha, de belas praias - por todos os lados. Então, o que não falta por lá é praia pra você visitar. Para as mais centrais até é possível ir a pé, mas pra o restante dos lugares, você vai precisar de um meio de transporte!

O que muita gente não sabe é que tem transporte público em Fernando de Noronha. Existe um ônibus - na verdade, micro-ônibus - que percorre a ilha de ponta a ponta e custa R$3,00. De meia em meia hora, ele sai da praia do Porto e vai até a outra extremidade, a Praia do Sueste. E o outro faz o sentido contrário! Eles percorrem toda a BR, fazendo apenas alguns pequenos desvios, entrando na Vila dos Remédios, na Vila do Trinta e do Boldró.

Dicas para viajar a Fernando de Noronha
Trajeto da linha de ônibus de Fernando de Noronha

Os ônibus passam em vários atrativos da ilha, como as já citadas praias do Sueste e do Porto, o Projeto Tamar, o mirante do Boldró, o ponto de início da Trilha da Atalaia e até mesmo o aeroporto. Em todos esses lugares existe um ponto praticamente em frente aos atrativos, mas com uma curta caminhada - ou às vezes nem tão curta assim - é possível chegar a praticamente todos os lugares da ilha. Como um dos pontos ficava a menos de 50 metros da Pousada da Germana, onde me hospedei, andei muito de ônibus lá. Achei super de boa! Lógico que existe a desvantagem de você ter que ficar esperando pelo ônibus e ele pode atrasar. Mas, como não existe trânsito lá, os atrasos não costumam ser grandes, pelo menos não por culpa do trânsito. Acho que não esperei mais do que 15 minutos em nenhum dia! Foi bem tranquilo!

Dicas básicas para viajar a Fernando de Noronha
Ônibus que faz o transporte público em Fernando de Noronha

Quem não tá afim de encarar o busão, pode optar pelo táxi ou pelo buggy.  Já que carro "de verdade" na ilha é raridade, só mesmo para moradores e ainda assim o processo é super burocrático e caro. Não dá pra você alugar um carro, mas dá pra alugar um buggy! Esse é um dos meios de transporte mais comuns de Noronha. Mas não é lá muito barato, a diária fica entre 200 e 300 reais. Mas esse preço ainda pode aumentar - e muito - dependendo da temporada. E não se esqueça de acrescentar o preço da gasolina nessa conta aí. Ela custa incríveis R$5,70 o litro (preço de outubro de 2015)!!!

Pode ser uma boa opção para algumas pessoas, cada caso é um caso. Mas, de uma forma geral, EU acho o aluguel de buggy desnecessário! Tudo o que você faz de buggy, você pode fazer de táxi e ônibus, gastando bem menos e também com menos preocupação.

Mas ai muita gente fala: "Ahhh mas de buggy eu posso visitar vários lugares num mesmo dia". E eu te pergunto: Pra quê? Não faz sentido ficar rodando de buggy pra lá e pra cá! Qual a graça de só passar pelos lugares sem aproveitá-los? Gente, vamos relaxar e curtir os lugares com calma?! O máximo que você deve visitar num mesmo dia são uns 2 ou 3 lugares diferentes, mais do que isso já acho que fica corrido! Portanto, se você tiver a fim de curtir bem cada lugar, o buggy vai ficar mais parado do que tudo!

Sem falar que vi muita gente reclamando que muitos buggys são velhos, estão caindo aos pedaços e podem te deixar na mão no meio do caminho. Até vi uns buggys bonitões e novinhos, mas o preço deles é bem maior do que dos outros. Outro problema é que, tem lugares onde a estrada é bem ruim, como a descida pra praia da Cacimba do Padre, por exemplo. Quando estávamos esperando nosso táxi, uma moça que trabalha lá disse que a maioria dos carros não desce até o final de tão ruim que é a estrada!

Por essas e outras, eu considero que o  táxi é uma excelente alternativa ao buggy. Se você considerar o valor cobrado e a distância percorrida, o táxi é caro! Mas comparando com o preço do aluguel do buggy + gasolina, fica até barato. Os valores são todos tabelados e variam de R$19,00 a R$39,00 por corrida (você encontra essa tabela em vários lugares, inclusive dentro do próprio táxi. Sua pousada também deve ter uma). Portanto é praticamente impossível você conseguir gastar 200 reais - que é o preço mínimo de aluguel do buggy - num dia andando só de táxi. Pra vocês terem uma ideia, o dia que mais rodei de táxi na ilha, não gastei metade disso!
Fiz o seguinte trajeto:
Vila dos Remédios - Sancho R$31,00
Sancho - Cacimba do Padre R$25,00
Cacimba do Padre - Porto R$39,00
= R$95,00 no total (dividido por 3 deu mais ou menos R$32,00 por pessoa).

Dicas para viajar a Fernando de Noronha
Tabela de preços dos táxis de Fernando de Noronha

Do Porto voltamos de ônibus pra pousada. Mas, vamos considerar que tivéssemos usado o táxi novamente. Aí seriam mais R$21,00. Ou seja, teríamos gasto R$116,00 no total! Muito menos do que o aluguel do buggy. E olha que nesse dia até rodamos muito. Porque geralmente pegávamos táxi uma vez por dia só e olhe lá. Como eu já disse, fizemos muita coisa de ônibus mesmo.

Além de mais barato, também acho o táxi mais confortável, mais prático e mais seguro que o buggy! E você não precisa se preocupar com lugar pra estacionar e nem se o buggy vai funcionar ou não. O táxi não vai te deixar na mão. É só você combinar um horário com o taxista que te levou a um lugar para te buscar de volta. Ou, peça o telefone dele e ligue quando precisar. Se quiser uma indicação, o taxista Parea (81) 99999-5630 é ótimo. Ele tem uma duster (e até por isso é um dos que desce até a Cacimba do Padre). Ele trabalha também como motorista no posto de saúde e mora na ilha desde novinho. Nos contou vários casos dos primórdios de Noronha, quando ainda nem exista turismo por lá. Mas também é bom andar sempre com o telefone da central de táxis de Noronha (81) 3619-1314. Aí é só você ligar, a qualquer hora, que um táxi vai onde você estiver. 

Se não quiser gastar com transporte e tem disposição de sobra? Também é possível alugar uma bicicleta pra rodar pela ilha. Mas vi pouquíssimas pessoas de bike por lá... talvez por causa dos morros, né? Quando eu fui, estava para ser inaugurado aquele esquema de bicicletas de aluguel do Itaú, que já existe em várias cidade brasileiras, sabe? Mas existem algumas lugares que já alugam bike "normal" por lá!

Enfim, em Fernando de Noronha eu andei basicamente à pé e de ônibus e, onde ele não chegava, de táxi. Achei super tranquilo e ficou bem em conta! Lógico que existem casos e casos, mas particularmente eu acho bobagem alugar um buggy. A não ser que você realmente faça muita questão...

Transfer Aeroporto

É prática comum de muitas pousadas oferecer transfer gratuito tanto na chegada, como na saída! Ótimo, né? Bem, nem sempre... a não ser que você esteja hospedado em alguma das pousadas tops que comentei nesse post. Nesse caso, elas oferecem transfer exclusivo! Nada mais justo, claro! Agora, se você estiver nas pousadas medianas, seu transfer será coletivo. O que quer dizer que ele terá que esperar várias outras pessoas desembarcarem, pagarem a taxa e pegarem a mala pra poder sair. E ainda terá que ir deixando todas essas pessoas em suas respectivas pousadas. Meio cansativo, né? E demorado também!

Pra piorar, esses transfers são sempre feitos por alguma agência turística local que tem parceria com as pousadas. E você não acha que eles fazem isso de graça, né? Não sei se são todas, mas algumas dessas agências fazem tipo uma "palestra" no aeroporto para demonstrar os passeios que têm pra oferecer. Ou, pior, ainda têm aquelas que te levam para a sede da agência, para lá te oferecer os  passeios. Ou seja, essa brincadeira pode te consumir muito mais tempo ainda!

Não quer saber de enrolação? Dispense o transfer e vá de táxi para a pousada! A corrida até a Vila dos Remédios custa R$26,00. Dividindo com alguém fica bem em conta! Assim você ganha tempo e ainda consegue aproveitar o restante do dia, assistir ao pôr do sol em algum lugar! E faça isso na volta também se quiser ganhar um tempinho a mais na praia. Nosso voo de volta era 13:30 e o transfer saía as 11hs. Iríamos desperdiçar um tempão rodando de pousada em pousada pra pegar outras pessoas e chegar no aeroporto bem antes pra ficar lá um tempão à toa! Dispensamos novamente o transfer e ficamos na praia até quase a hora de irmos embora. Só fomos pegar táxi às 12:45. Às 13hs já estávamos no aeroporto, com check in feito e malas despachadas! E ainda deu tempo de comermos algo e fazer umas comprinhas nas lojinhas! Foi perfeito!

Agora, se a sua pousada não oferecer nenhum tipo de transfer, ou se você também não quiser gastar uma graninha com táxi, pode muito bem pegar o ônibus que passa a cada meia hora no aeroporto. E vai pagar só 3 reais!

O que levar? 

Pode parecer que fazer mala pra Fernando de Noronha é tarefa super simples. Afinal de contas é praia, né? É... só que não é bem assim! A mala pra Noronha não tem lá muito segredo, é verdade! Mas alguns itens como snorkel, blusa com fator de proteção solar, sapatinho de mergulho, entre outras coisas, vão te quebrar um galhão e facilitar muito a sua vida por lá! Em contrapartida, você não precisa de levar coisas, como salto alto e roupas chiques.

Se quiser saber mais detalhes, leia o post: O que levar para Fernando de Noronha?


Dinheiro ou Cartão?

Taí uma coisa que toooodo mundo sempre pergunta: Melhor levar dinheiro ou cartão?

Pensa comigo, na sua cidade você consegue usar cartão em qualquer lugar? Não né? Sempre tem um lugar ou outro que não aceita cartão. O mesmo vale pra Noronha! Na verdade, lá é até um pouco pior! E também temos que considerar que é bem comum o sinal cair ou ficar fora do ar. Tá lembrando que que as maquininhas de cartão precisam de sinal de celular pra funcionar? E também que o sinal em Noronha é daqueeeele jeito? Então...

O ideal é você levar dinheiro em espécie e deixar o cartão só como algo suplementar! Até porque você precisará de dinheiro para pagar táxis, ônibus, mercadinho, alguns restaurantes e qualquer passeio que for tratar diretamente com um nativo, como os guias particulares e barcos privativos. 

Bom, mas muitos lugares aceitam cartão sim! A maioria dos restaurantes, agências e pousadas, por exemplo. A maioria, mas não todos! Muito lugar ainda trabalha só com dinheiro mesmo! E ainda tem aqueles locais que te darão desconto se você pagar com dinheiro ao invés de cartão (o passeio de barco que fiz com a Costa Blue, por exemplo, era R$110 no cartão e R$100 no dinheiro).

Se precisar, você poderá sacar dinheiro lá na ilha. Mas banco mesmo só existe Bradesco e Santander. Mas também tem um caixa eletrônico, desses 24 horas que servem pra todos os bancos, no aeroporto. Além disso, quem tiver conta na Caixa Econômica e no Banco do Brasil também pode usar, respectivamente, as Casas Lotéricas ou os Correios para sacar dinheiro. 


É sim possível sacar dinheiro em Fernando de Noronha, mas não confie totalmente nisso. 1° porque é comum o sistema sair do ar e você não vai conseguir sacar nada. 2° porque também é comum o dinheiro dos caixas eletrônicos acabar. Ok, isso acontece em todo lugar. Até aí, normal! Mas estamos falando de Noronha, né? Até o dinheiro de reposição chegar, pode demorar. E 3° porque as Lotéricas e os Correios têm horários limitados de funcionamento, além de não abrirem aos finais de semana! 

Sinal de celular e internet

Se você é desses que vive conectado o tempo todo, sinto informar que seus dias serão difíceis por lá! A conexão é péssima! Em alguns lugares seu 3G, ou 4G que seja, nem vai dar sinal de vida! Em outros ele vai pegar, mas daqueeeele jeito! Se bem que, às vezes, parece que "baixa um santo" e a internet funciona que é uma beleza! Mas não se empolgue porque isso não vai durar muito tempo. rs

Não existe uma regra e nem um padrão de funcionamento do 3G, claro! Mas a operadora irá influenciar bastante. Meu celular é Oi e funcionou melhor do que eu imaginava, o Tim das minhas amigas acho que funcionou até melhor. Parece que a Claro também funciona "bem". Mas quem tinha Vivo penou por lá! Não sei se é sempre assim, mas 2 pessoas que conhecemos em situações diferentes e que tinham Vivo ficaram sem sinal todos os dias!

Não faz questão de internet e tá querendo só mesmo o sinal de celular para se ligar e mandar mensagens pra alguém do continente, ou mesmo da ilha, pra chamar um táxi ou coisa assim? Aí sim, você não terá tantos problemas. Maaaas não vá achando que você terá sinal em todo e qualquer lugar porque não é bem assim não.

Bom, mas você deve estar pensando que se a conexão com 3G do celular é complicada, você ainda terá o WiFi pra te salvar, certo? Nem sempre! O sinal de WiFi pode até ser mais forte do que o 3G mas, de uma forma geral, não é lá grandes coisas também não. E ainda depende muito da qualidade e potência da conexão da sua pousada (e até mesmo se ela terá WiFi, muitas não tem) e de quantas pessoas estarão conectadas ao mesmo tempo. Portanto, quanto mais cedo, ou mais tarde, melhor será a velocidade! Sem falar que, volta e meia, acontece algo e o sinal desaparece por horas, ou até dias.

Na verdade o melhor é abstrair! O sinal tá ruim? Relaxa e vai fazer outra coisa.
O sinal tá bom? Ótimo! Aproveita e use, mas com moderação, né?  Por favor! Afinal de contas, você está no paraíso e não precisa ficar conectado 24 horas com o mundo externo!

Quando ir

Noronha recebe turistas durante todo ano. A melhor época pra ir pode variar de acordo com o interesse de cada um!

Quer mar piscininha pra mergulhar?
Vá em setembro ou outubro! É nessa época que o mar está mais tranquilinho, com água super cristalina, atingindo vários e vários metros de visibilidade. Época ideal para mergulho de cilindro ou snorkel mesmo, já que as condições da água são as melhores. Bom, pelo menos em teoria. É... porque eu fui em outubro e a coisa não foi bem assim! Cheguei em Noronha junto com o bendito swell (ondas formadas por tempestades em alto mar que aparecem fora de época). E ele avacalhou com o mar!! Avacalhou pra quem, como eu, queria aqueeeele mar que deu tanta fama à Noronha mas, por outro lado, fez a alegria dos surfistas. Mas graças a Deus isso foi só no início da viagem, porque depois tudo voltou à santa e bela "normalidade".

Dicas básicas para viajar para Fernando de Noronha
Mar piscininha e delicinha da Praia da Conceição


Quer surfar? 
Vá entre dezembro e março. Essa é a época do mar revolto e das ondas. Rola até campeonato de surf lá! O mar de Noronha "funciona" assim: quando o mar de dentro (onde estão as praias mais conhecidas, como a do Porto, Cachorro, Meio, Conceição, Boldró, Cacimba do Padre, Baía dos Porcos e Sancho) está calminho, as praias do mar de fora (Sueste, Leão, Atalaia, etc) estão agitadas. E vice-versa. Portanto, quando você ouvir falar de época de mar calmo ou mar agitado, a pessoa estará se referindo sempre às praias do mar de dentro (e o mar de fora estará o oposto). Deu pra entender?

Dicas básicas para viajar para Fernando de Noronha
Praia do Cachorro (vizinha à da Conceição da foto anterior) "revoltada" com o swell. Foto tirada 2 dias antes da anterior.
 Reparem aqueles pontinhos pretos ali, são surfistas. E só eles estavam no mar nesse dia! 

Quer preços mais baixos? 
A baixa temporada é entre maio e agosto. E é nessa época que os preços, inclusive das passagens aéreas, costumam ser mais em conta!! Maaaas, essa também é a época das chuvas. Portanto, avalie bem se vale mesmo a pena. Eu sei, o clima tá louco e ninguém nunca sabe de nada (tanto que choveu lá em outubro. quando eu fui). Mas viajar para praia na época de chuva talvez não seja bem a melhor opção, né? Se puder, escolha outra época. Se não, vá e torça pra não chover! Conheço quem foi nessa época e não pegou chuva, ou pegou pouca chuva! Bom sinal, né?


O que fazer


Apesar da ilha ser pequena, em Noronha você terá muito o que ver e fazer. Desde programas mais tranquilinhos, como simplesmente curtir uma praia, ou algo que requer mais esforço como as trilhas na área do Parque Nacional. Eu fiz duas das principais trilhas da ilha, as trilhas que levam às piscinas da Atalaia e do Morro São José, mas existem várias outras além dessas. 

Com um mar incrível e repleto de vida marinha, o mergulho é programa obrigatório pra quem visita Fernando de Noronha. Dá super pra curtir o mar só de snorkel, mas nada se compara ao mergulho de cilindro. Mesmo que você nunca tenha mergulhado e também não tenha curso de mergulho, saiba que é possível fazer um mergulho de batismo! Quer saber como, onde e quanto? Contei tudo nesse post Mergulho de batismo em Fernando de Noronha 

Outro clássico de Noronha é o passeio de barco, ou melhor, os passeios de barco. É, porque são 2. O primeiro deles, e mais clássico, é feito pela manhã. O barco percorre todo o mar de dentro e faz uma parada para banho na praia do Sancho. Esse passeio é popularmente conhecido como "passeio dos golfinhos", pois eles costumam aparecer aos montes logo cedo. Já o outro passeio de barco, é feito à tarde e tem como objetivo principal, assistir ao pôr do sol do mar (mas tem golfinho também, pelo menos eles apareceram pra nós), assim é chamado de "entardecer vip". Apesar de passarem praticamente pelos mesmos lugares, eles acabam sendo bem diferentes. Eu fiz os dois e escrevi sobre eles nesse post: Passeios de Barco em Fernando de Noronha.

Alguns dos principais passeios de Fernando de Noronha: As piscinas da Atalaia e do Morro São José, os passeios de barco e o mergulho de cilindro (de batismo, no meu caso). 

Além desses passeios que fiz, existe outro que eu não cheguei a fazer, mas que é feito por 9 entre 10 pessoas que vão pra Noronha: o ilha tour. É tipo um city tour, mas como é feito na ilha, virou ilha tour, entendeu?

Eu sei, gosto é gosto e não se discute. Mas sinceramente? A não ser que você só tenha 2 ou 3 dias na ilha (o que seria uma loucura), eu não vejo sentido nenhum pra você fazer o ilha tour! Pensa comigo, num mesmo dia, você vai passar - correndo - por várias praias com tempo cronometrado pra conhecer cada uma delas e ainda vai fazer isso com um bando de gente junto. Vai ser super cansativo e você vai acabar querendo voltar nos lugares que esteve porque não conheceu nada direito! Pior, ainda vai pagar caro (mais de 100 reais) pra isso. Pra quê? Me diz? Aí tem gente que diz que é bom pra se situar. Gente, a ilha é minúscula! 5 minutos olhando um mapa e você já se situa! Outros dizem que é bom pra conhecer os lugares e depois poder voltar com calma onde mais gostou. Mas pra que gastar tempo, dinheiro e energia pra ver tudo correndo e voltar depois com calma? Por que você já não faz tudo com calma logo de cara? É tão mais simples e tão melhor!

Mas você deve estar se perguntando, afinal de contas, o que se visita nesse ilha tour? Cada agência pode fazer algumas pequenas modificações mas, basicamente, o ilha tour passa nas praias do Sancho, Cacimba do Padre e Sueste, além do mirante da Praia do Leão, o Buraco da Raquel, o Museu do Tubarão e finaliza o dia no mirante do Boldró! Coisa demais pra um dia só, né? Também acho...

Dicas básicas para viajar a Fernando de Noronha
Alguns dos locais por onde o ilha tour passa - mas que você também pode conhecer por conta própria.


Bom, eu não fiz, então não posso falar mal (nem bem). Mas nunca curti muito esse lance de city tour, onde um bando de gente fica subindo e descendo de um ônibus e tem apenas x minutos pra "conhecer" cada lugar. Se eu não gosto disso na cidade, na praia então... Portanto, apesar de não ter feito, eu sei bem que não iria curtir o tal do ilha tour! Mas se você curte, ótimo! Vá em frente e aproveite!

Enfim, apesar de não ter feito ilha tour, e também não ter alugado buggy, fui em todos os lugares que o ilha tour vai. Só que fiz tudo por conta própria, de ônibus ou táxi. Ao invés de ver tudo correndo num dia só, eu vi tudo em vários dias, do meu jeito e no meu tempo! E foi ótimo! 

Além de tudo o que falei aqui, as praias centrais do Cachorro, do Meio e da Conceição, assim como o Forte de Nossa Senhora dos Remédios - que fica pertinho dessas praias e oferece uma vista linda delas - além do centrinho histórico não podem ficar de fora do seu roteiro! O bom é que dá pra conhecer todos esses lugares a pé... caso você esteja hospedado na Vila dos Remédios.

Dicas para viajar para Fernando de Noronha
As praias centrais de Fernando de Noronha

Enfim, acho que é isso! Ainda ficou alguma dúvida? Fala aí que eu respondo o que souber!

Já segue o blog no Instagram
Tá cheio de fotos de Noronha lá! É só procurar pela hashtag #RêVivendoNoronha


☛ Saiba mais sobre Fernando de Noronha:
Roteiro de Viagem a Fernando de Noronha


--
Tá indo viajar? 

➥ Reserve sua hospedagem pelo Booking, o maior portal de hospedagem do Brasil. Garanta já o melhor preço e vários descontos. É rápido, fácil e seguro!




➥ Não se esqueça de fazer seu seguro viagem. A Real Seguros trabalha com as melhores seguradoras do país. Compare e escolha a melhor opção pra você. Viaje sem correr riscos!

Seguro viagem brasil 728x90

➥ E se for alugar um carro, use o serviço da nossa parceira Rental Cars que compara preços e carros de várias locadoras no mundo todo!




✔ Você não paga nada a mais por nada disso, pelo contrário, economiza conseguindo os melhores preços e descontos! E ainda ajuda esse blog a se manter!! ✌

27 comentários :

  1. Seus relatos ficaram fantásticos, meus parabéns! Sua viagem foi em dezembro de 2015?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alber, muito obrigada!!!
      Como eu disse no post, fui em outubro de 2015!!! ;-)

      Excluir
  2. Estou indo dia 14 deste mês...dicas muito boas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!!
      Que ótimo!!! Var amar Noronha!

      Excluir
  3. Renata, é necessário tomar algum tipo de vacina para entrar na Ilha? Tipo febre amarela. Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Yasmim, não é preciso não!
      A ilha não tem foco de Febre Amarela! Graças a Deus! rs
      Boa viagem! :)

      Excluir
  4. Parabéns pelos relatos Renata!
    Super úteis e com ótimo senso de humor!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii... muito obrigada!
      Que ótimo que foi útil! Fico feliz em poder ajudar!
      Boa viagem e aproveite muito o paraíso! rs

      Excluir
  5. Anônimo8.8.16

    Olá Renata. Estou planejando uma viagem e Noronha está no meu leque de opções. Obrigado pelo post esclarecedor, valeu!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii.. que bom que gostou!
      E tenho certeza que Noronha será uma ótima escolha! :)

      Excluir
  6. oi Renata, Otimo post! obrigada pelas dicas :D vc acha que vale mais a pena fazer comprar a viagem com operadoras tipo Cvc ou planejar por conta propria ??? vc chegou a cotar com alguma agencia/operadora ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline, tudo bem?
      Obrigada!
      Eu SEMPRE viajo por conta própria, gosto de planejar meus roteiros com liberdade e não curto muito o formato engessado das agências. Apesar de que, de vez em quando, pode-se conseguir um valor bom nas agências, considerando-se apenas passagem e hospedagem. Mas geralmente eu prefiro olhar por fora, até mesmo pq tenho um leque bem maior de hospedagens, que geralmente são bem mais em conta do que as opções das agências.
      Dê uma olhada nas agências e depois no Booking tb. Tenho um post aqui sobre as opções de hospedagem em Noronha, depois dá uma lida tb! Dicas de hospedagem em Fernando de Noronha

      Excluir
  7. Renata estou adorando seu blog(conheci ontem rsrs...),sua dicas são preciosas e consigo vivênciá las,que é o mais importante.
    Ainda não conheço Noronha, mas vou conhecer,e com certeza o seu blog irá me ajudar e muito...já me sinto seu colega de viagem rsrsr...Parabéns!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Jader,
      Que ótimo!
      Feliz por vc ter gostado e por ter sido útil!
      Noronha é um paraíso, vc vai amar com certeza!
      Bora viajar! hehe

      Excluir
  8. Gabriela15.10.16

    Oi Renata, perfeito o texto! O mais completo que eu encontrei ate agora.
    Tem como vc dizer uma média do total que você gastou com esta viagem? Estou fazendo planos e gostaria de ter uma base geral. Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriela, tudo bem?
      Muitíssimo obrigada! :-)
      Olha, eu não sou muito de fazer essa detalhamento de gastos quando eu viajo (acho que prefiro não saber o tanto que gastei pra não sofrer muito! hahaha)
      Mas nessa viagem eu até anotei os preços de passeios, alimentação, hospedagem, transporte, etc e tal. Tá tudo detalhado no post sobre o roteiro, não sei se vc chegou a ler... é esse aqui Roteiro de Viagem a Fernando de Noronha Dá uma olhadinha! ;-)
      Boa viagem!

      Excluir
  9. OI Renata!Adorei o post!Você chegou a contratar guia turístico para as trilhas?É obrigatório?O que pode comentar sobre isso?Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo9.1.17

      otima pergunta! tenho duvidas tb Renata!

      Excluir
    2. Oi pessoal,
      Desculpe a demora em responder. Mas estive viajando no último mês!
      Algumas trilhas você só faz com guia, outras não. Mas a maioria delas é preciso agendar antes no ICMBio!
      Expliquei tudo com mais detalhes nesse post. Dêem uma lida depois!
      Trilha da Atalaia

      Excluir
  10. Lucas Marques14.1.17

    Oi Renata, estou planejando viajar para Noronha este ano e tenho uma dúvida quanto a temperatura do mar, é parecido com a temperatura das capitais do nordeste? Vlw pelas dicas foram muito úteis ��

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lucas, tudo bem?
      Desculpe a demora em responder. Mas estive viajando no último mês!
      O temperatura do mar é ótima! Mas não é tão quente como em outros lugares do Nordeste!

      Excluir
  11. Oi Renata tudo bem?
    Vamos para Noronha em agosto, você tem dicas de restaurantes?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fabiana, tudo jóia?
      Eu falei sobre todos os restaurantes que eu fui (com preços e pratos) no post sobre o roteiro de viagem. Dá uma olhada aqui: Roteiro de Viagem Fernando de Noronha

      Excluir
  12. Renata, essas taxas de fernando, ela é por pessoa? Se não for, será o valor x 2 eu e meu esposo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, sim! Todos os valores são pra apenas uma pessoa!

      Excluir
  13. Renata, não sou muito de comentar, mas você é maravilhosa!!!
    suas dicas foram fundamentais para minha viagem. Sempre indo no detalhe que é essencial. Obrigada, viu! Existem muitos blogs e pessoas comentando sobre viagens, mas o seu é um diferencial, parabens pelo trabalho!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Nossa, muitíssimo obrigada pelos elogios!
      São comentários como o seu que fazem o trabalho valer a pena!
      Fico muito feliz em ter ajudado na sua viagem! :)
      Disponha sempre que precisar!

      Excluir

Comente aqui