15

Malta: como, onde e por quê?

Renata Campos | 17.8.14 |
Malta


Antes de começar a série de posts sobre Malta (e serão muitos), acho que eu deveria apresentar, primeiro, o país. Sim, Malta é um país! E não faz parte da Itália, sua vizinha mais próxima, ou de nenhum outro país, como muita gente pensa.

A bem da verdade, Malta é um país bem novo, quer dizer, é um país independente há pouquíssimo tempo (cerca de 50 anos)! Porque o país mesmo é bem antigo, parece que é habitado desde 5 mil anos antes de Cristo!! Prova disso são seus templos megalíticos, as construções mais antigas do mundo ainda de pé. É isso mesmo, eles são mais antigos até que as pirâmides do Egito.

Seguro viagem europa 468x60

Antes de ser tornar independente, Malta foi colônia de muitos países, sendo o Reino Unido o último deles, por aproximadamente 2 séculos. Apesar da independência maltesa ter sido em 1964, os serviços britânicos permaneceram no país, inclusive com uma base militar, e mantiveram controle total sobre os aeroportos e portos, além dos correios e dos meios de comunicação (rádio e TV), até 1979. Quando, finalmente, a aliança com o Reino Unido foi rompida e sua base militar desativada. 

Isso explica o inglês ser a língua co-oficial do país (a língua oficial é o estranhíssimo maltês, uma mistura de árabe com inglês e italiano)! E essa foi a razão de eu ir pra Malta: estudar inglês! 

Mas por que Malta? Essa foi uma das perguntas que mais ouvi quando eu falava que ia pra lá. Mas a campeã foi: Malta? Onde é isso? Quem não falava, ficava com uma cara de interrrogação procurando, sem sucesso, Malta num mapa imaginário na cabeça. 

Poucas eram as pessoas que já tinham ouvido falar de Malta. Brasileiros, né? (talvez as Américas em geral, sei lá!) Porque os vizinhos europeus conhecem Malta muitíssimo bem. Tanto que invadem o país - especialmente no verão - seja pra estudar inglês ou só pra turistar mesmo! 

Mas respondendo às perguntas acima...

Onde fica Malta?


Malta fica na Europa! E assim como os países europeus mais conhecidos/turísticos, também faz parte da União Européia, desde 2004; do Tratado de Schengen, desde 2007; e da Zona do Euro, desde 2008.

Só que Malta é tão pequena que não aparece em praticamente nenhum mapa - tá explicado porque muita gente não conhece o país, né? Na verdade, Malta é minúscula, tem apenas 316 km² e pouco mais de 400 mil habitantes!!!

Gente, Malta é menor do que Betim!!! (Pra quem não sabe/não conhece, Betim é a cidade onde eu moro, fica na região metropolitana de Belo Horizonte, e tem 346 km².) E o que dizer então de São Paulo, com seus 1.523 km²? Vocês tem noção que cabem praticamente CINCO Maltas dentro da cidade de São Paulo???  

Pra ver Malta no mapa, é preciso dar uma ampliada nele. E aí você vai encontrar Malta ali no meio do Mar Mediterrâneo, entre a Itália e a Tunísia.

Malta
Localização de Malta no mapa

Eu já tinha falado que Malta é uma ilha? Ou melhor, é um arquipélago formado por 3 ilhas: Malta (a maior delas), Gozo e Comino, além de outras ilhotas não habitadas. 

Malta
Mapa de Malta

E por que Malta?


Bom, esse ano, por causa da Copa do Mundo, eu teria 50 dias de férias!! Mas não tinha nenhuma companhia de viagem, porque minhas amigas não tinham férias ou dinheiro ou não queriam viajar durante a Copa. Querer eu também não queria não, gostaria mesmo de ter assistido à Copa no Brasil, mas era a única época que eu tinha pra viajar, então realmente não tive escolha. Eu adoro (e sempre acompanho futebol), adoro ainda mais a festa em dias de jogos, seja da seleção brasileira ou da seleção celeste = Cruzeiro :-). Mas não há nada no mundo que eu goste mais do que viajar.

Como eu teria mais tempo que o normal, resolvi então que faria um curso de inglês fora do Brasil. A idéia não era me aprofundar muito não - até porque em 1 mês não dá pra fazer isso - era apenas dar uma melhorada na fluência mesmo e, claro, conhecer lugares novos e pessoas bacanas! 

Decisão tomada, veio a questão principal: Pra onde ir? Fui por eliminação: eu já conhecia Estados Unidos e Canadá (ainda tenho muito o que conhecer nos 2 países, mas não agora). Inglaterra é caríssima, Austrália e Nova Zelândia também não ficam atrás, sem falar que seria inverno por lá. Pensei na África do Sul, mas não só seria inverno, como chove muito nessa época também. Mesmo problema da Irlanda - mas lá a chuva é durante o ano todo. E aí, procurando por opções nos sites das escolas de inglês, achei Malta! 

Na hora, lembrei das fotos lindas que eu já tinha visto de algumas pessoas que viajaram pra lá. Fui pesquisar melhor e fiquei ainda mais encantada com o lugar. Pra finalizar, descobri que Malta é um dos países mais baratos da Europa - se não for o mais barato de todos! Mais um ponto decisivo, já que economia é sempre o meu foco, Deus sabe o tanto que eu preciso rebolar pra viajar tanto. 

Vocês podem imaginar que não foi nem um pouco difícil tomar a decisão de ir pra lá, né? Quem me conhece sabe que sou uma pessoa totalmente apaixonada por praias (mineira, né? rs), adoro ilhas e lugares pequenos onde é possível fazer (quase) tudo a pé. E o mais bacana é que Malta consegue ser ao mesmo tempo minúscula e grandiosa! 

Além, das belas praias de águas azuis, tem paisagens maravilhosas, monumentos históricos protegidos pela Unesco, muita cultura, cidades fofas, sem falar na vida noturna agitada. Ou seja, tudo o que eu mais gosto reunido em um só lugar! Malta é tudo aquilo que eu imaginava e muito mais! Impossível não amar e não morrer de saudades também!! 

Nos próximos posts, vou falar com mais detalhes de tudo! Por enquanto, deixo umas fotos de Malta só pra dar um gostinho, e aí vocês pra vocês avaliam se fiz ou não uma boa escolha! 

Malta
Malta
Malta
Malta
Malta
Malta
Malta
Malta
Malta
Malta
Malta
Malta
Malta


Saiba mais sobre Malta
Malta: como, onde e por quê?
Intercâmbio depois dos 30?
Como escolher a melhor escola... pra você?
Como é estudar na EC
Onde se hospedar em Malta
O paraíso é aqui: Blue Lagoon

--

Tá indo viajar? 

➥ Reserve sua hospedagem pelo Booking, o maior portal de hospedagem do Brasil. Garanta já o melhor preço e vários descontos. É rápido, fácil e seguro!




➥ Não se esqueça de fazer seu seguro viagem. A Real Seguros trabalha com as melhores seguradoras do país. Compare e escolha a melhor opção pra você. Viaje sem correr riscos!

Seguro viagem europa 728x90

➥ E se for alugar um carro, use o serviço da nossa parceira Rental Cars que compara preços e carros de várias locadoras no mundo todo!




✔ Você não paga nada a mais por nada disso, pelo contrário, economiza conseguindo os melhores preços e descontos! E ainda ajuda esse blog a se manter!! ✌

15 comentários :

  1. O Eduardo e eu estamos querendo viajar para estudar inglês por um tempinho também e Malta era uma das opções. Acho que você acabou de me convencer! :-)

    E quanto à prática do inglês, o que você achou? Dava pra praticar bem ou nas ruas o que manda é o maltês?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh Camila, que bacana!! Vcs vão amar!!
      Vc até já sonhou com Malta, né? Agora tem que ir mesmo!! Rsrs

      Então, todo mundo lá fala inglês, pq é a 2° lingua deles! (Acho que é tipo em Barcelona que todo mundo fala espanhol, mesmo o Catalão sendo a 1° lingua). Lógico que uns tem um sotaquezinho mais carregado, mas nada demais! Maltês eles só falam entre eles mesmo quando não querem que a gente entenda algo, porque realmente não dá pra entender nada! rs

      Excluir
  2. Adorei Rê! Nunca pensei muito em Malta, acabou de ser incluída na lista enorme que nunca diminui. ;-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Malta vale muuito a pena, Carol!!
      E trate de colocá-la num dos primeiros lugares dessa lista enorma aí!! rs

      Excluir
  3. Renata, adorei seu texto sobre Malta. Malta também foi minha escolha para um intercambio no ano passado e eu amei!!! Lugar de muitas belezas e historias. Vou continuar lendo seus textos sobre lá por aqui. Caso seja do seu interesse, também escrevi sobre Malta no meu blog (profissaoturistaoficial.blogspot.com.br). Passa lá depois pra conferir ;) Beijos, Natália

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Natália, obrigada! :-)
      Que bacana! Malta é linda, né?
      Vou dar uma lida nos seus textos também!
      bjos

      Excluir
  4. Olá renata, vou p/ Malta próximo ano mas ainda não defini mês de viagem, eu gostaria de ir em um mês que o clima seja agradável, não quero o calor extremo e nem frio que não dê p/ entrar na água. Se poder me ajudar eu agradeço rs. Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Monique, tudo bom?
      Então, não sei dizer ao certo como é o clima fora do período que estive lá mas dizem que o inverno é bem frio (não tanto quanto no resto da Europa, mas frio pros nossos padrões). Primavera e outono mais ou menos. Cheguei lá dia 15 de junho e o tempo estava bom, calorzinho gostoso. A água era fria tipo cachoeira, mas super possível de entrar. Um parâmetro que tenho é o seguinte, logo no meu 1° fds eu fui à Blue Lagoon, o sol estava rachando, mas a água muito fria. Depois de um tempo dentro da água eu comecei a ficar com frio. E depois voltei lá de novo no meio de julho e a água estava infinitamente mais agradável! Fui embora dia 20 de julho e o tempo estava mais quente de quando cheguei, mas nada insuportável. Parece que o auge do calor é na segunda quinzena de julho e agosto!

      Excluir
  5. Cada vez mais apaixonada por Malta... ansiosa e contando os dias já...
    Mais uma betinense rumo a Malta... rsrs
    Gostaria de umas dicas Renata...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Nathalia, que bacana! Vc também é de Betim?
      Malta é realmente apaixonante! Você vai ver!
      Qualquer dúvida, pode falar!

      Excluir
  6. Anônimo16.5.15

    Oi Renata! Parabéns pelo blog. Gostaria de saber um passo a passo para programar o intercâmbio sem agências para Malta. É possível? Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem? Obrigada!
      Bom, não existe segredo. É só você escolher as escolher que você tem interesse e mandar e-mail pra eles! Simples assim! :-)
      Mas você pode também entrar em contato com o pessoal da Life in Malta, eles são uma agência maltesa que dão boas dicas sobre as escolas e fazem esse meio de campo também! Falo mais sobre eles e sobre o processo de escolha da escola nesse post: http://www.revivendoviagens.com/2014/09/intercambio-como-escolher-melhor-escola.html
      E a hospedagem você pode fechar diretamente com a escola ou por conta própria. Eu fechei por conta porque saía mais barato, achei super tranquilo. Escrevi um post sobre isso, dá uma olhada: http://www.revivendoviagens.com/2015/03/onde-se-hospedar-em-malta.html
      (Pra abrir os posts é só copiar e colar o endereço no seu navegador. Mas também tem o link pra todos os posts de Malta no final desse post, dá uma lida depois).
      Boa sorte pra você! :-)

      Excluir
  7. Amanda Nascimento9.11.16

    Olá Renata! tenho pesquisado Malta também como rota para ir estudar inglês. O preço é bem mais em conta que os demais países. Uma amiga que fez um intercambio de um mês só na Irlanda me aconselhou a não faze-lo. Ela disse que o rendimento é de cada um, mas ela achava que uma viagem e conversação com nativos das regiões que falam inglês seria melhor. E ela também me aconselhou a caso eu queria mesmo estudar, contratar a escola por conta própria e sem agência. O que você acha sobre isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda, tudo bem?
      Bom, acho que isso é bem pessoal! E depende muito do seu nível de inglês tb! Se você se desenrola bem a ponto de conseguir manter uma conversação com os nativos da língua (que costumam falar rápido e usar gírias) e assim aprimorar seu inglês, ótimo! Com certeza, vai aproveitar muitos mais dos lugares e, de quebra, aprimorar o inglês. Agora, se seu nível de inglês não é assim tão bom, eu não vejo muito sentido nisso não. Realmente um mês é pouco! Mas dá pra dar um upgrade ou pelo menos fazer vc desembolar um pouco, ganhar mais fluência e tal!
      Essa realmente é uma decisão difícil de tomar e só cabe a você. Analise os prós e os contras, faça as contas e decida!
      Mas uma coisa eu garanto, fazer um intercâmbio é uma experiência incrível! Não necessariamente pelo inglês que, sinceramente, não sei se chegou a fazer taaanta diferença. Talvez se eu tivesse continuado fazendo aulas, ou estudando sozinha, ouvindo podcasts, músicas, assistindo filmes, documentários e jornais. Mas não fiz nada disso! Tô totalmente parada e sem contato nenhum com inglês, a não ser nas viagens que faço!
      Mas ainda assim, eu amei a experiência do intercâmbio e quero muito repetir!
      Quanto a fechar por conta própria, ela está certíssima! Você vai pagar muito menos sem agência! Eu só fechei com a Life in Malta, que é uma agência de lá, porque os preços eram os mesmo e eles ainda me deram a matrícula de graça. Então valia mais a pena. Mas as agências aqui do Brasil costumam cobrar uma fortuna!
      Depois me conte o que decidiu!
      Se for pra Malta mesmo, boa viagem e aproveite muuuuuito!

      Excluir
  8. Olá Renata, amei tudo no seu blog. Vc é um dom, escreve muito bem. Obrigada por dividir conosco. Eu gostaria de saber se foi para lgum país vizinho enquanto esteve em Malta e se é fácil transitar caso eu queira por lá?

    ResponderExcluir

Comente aqui